Cidadeverde.com
Esporte

Copa Norte de Futsal começa com 34 equipes em 8 cidades

Imprimir

A XV Copa Norte de Futsal está começando e com a participação de 34 equipes distribuidas em 8 sedes e agora contando com a participação do Cajuína, atual campeão piauiense da modalidade.

A formação dos grupos ficou assim:

Esperantina - Cajuína, Campari, Campo Largo e União.

Batalha - 11 de Junho de União, Batalha, Independente de Piracuruca e Barras.

Piripiri - J. Frios de Tianguá(CE), Pontual de Parnaíba, Lyon Boys de Piracuruca, Mílan, Bahenas e The Boys, os 3 de Piripiri.

Valença - São Paulo, Liga Amandense e Liverpool, os 3 de Valença, e Inhuma.

Luzilância - Luzilândia, Sport-Kar de Luzilândia, Nossa Senhora dos Remédios e Caxingó-PI.

Magalhães de Almeida(MA) -  Magalhães de Almeida, Bacuri e Morros, os 3 de Magalhães de Almeida, e São João do Arraial.

Santa Quitéria(MA) - Bandeirantes e Atlético Quiteriense, os 2 de Santa Quitéria, São Bernardo(MA) e Brejo(MA).

Chapadinha(MA) - Chapadinha, Anapurus, Afonso Cunha e Urbano Santo, os 4 de Chapadinha.

COMERCIAL

O Comercial encerrará neste domingo(11) a sua participação na Copa São Paulo de Futebol Juniores. O adversário será o Luverdense de Mato Grosso. As duas equipes ainda não venceram na competição. O Comercial sofreu duas goleadas: 4 x 0 para o Noroeste e 9 x 0 para o Fluminense. O Luverdense perdeu para o Noroeste e para o Fluminense pelo mesmo marcador de 2 x 0.

CORRIDA DE REIS

Está marcada para este domingo(11) a Corrida de Reis, a ser realizada na região do bairro Taquari, com início às 08h00.

FUNDESPI

Ao voltar à presidência da FUNDESPI, o presidente Vicente Sobrinho manifestou o seu desejo de realizar uma boa administração, voltada para as unidades esportivas, como Albertão e Verdão, e para as competições esportivas, em conjunto com as federações das diversas modalidades.

GRANDES CLUBES

Os chamados grandes clubes do Rio e São Paulo parecem mais contidos em relação a contratações e salários de jogadores. Acumulando grandes dívidas, os dirigentes demonstram, pelo menos nas entrevistas, uma disposição para colocação em prática de uma política salarial mais de acordo com o futebol brasileiro.

Dídimo de Castro
[email protected]

Tags:
Imprimir