Cidadeverde.com
Esporte

Seleção brasileira de judô conquista três pódios no Chile

Imprimir

A seleção brasileira de judô conseguiu três medalhas na disputa do Aberto de Santiago, no Chile, neste final de semana. No sábado, Nathália Brígida foi bronze (48kg) e Luiz Revite foi prata (66kg); enquanto, no domingo, Rafael Buzacarini (100kg) subiu ao lugar mais alto do pódio para fechar a competição.

Na última semana, no Aberto de Varsóvia, na Polônia, Buzacarini já havia conquistado a prata. No Chile, o brasileiro estreou com um ippon sobre o mexicano Hector Campos e se classificou para a semifinal diante do neozelandês Jason Koster com um yuko. Na decisão, o adversário foi o russo Adlan Bizultanov, que sofreu três punições, uma a mais que o medalhista de ouro.

Nathália, por sua vez, estreou com derrota para a equatoriana Diana Cobos, mas se recuperou na repescagem e venceu a colombiana Viviana Gomez por ippon. Na disputa pelo bronze, Nathália conseguiu uma vantagem de um shido contra três da britânica Kimberley Renicks e garantiu o triunfo.

Já Luiz Revite (66kg) chegou à decisão após derrotar o norte-americano Ruben Martin, o mexicano Angel Hernandez e o russo Kamal Khan-Magomedov, bronze no último mundial. Na decisão, o adversário foi o também russo Mikhail Pulyaev, atual vice-campeão do mundo, mas foi derrotado por um ippon e ficou com o segundo lugar.

Além dos medalhistas, as estreantes Rafaela Barbosa (52kg) e Giovana Silva (70kg) também representaram o Brasil. A primeira ficou em sétimo lugar após a derrota para a mexicana Monica Hernandez na repescagem, enquanto outra foi eliminada ainda na estreia para a também mexicana Andrea Poo, terceira melhor do mundo.

Na classificação geral, o Brasil acabou na quarta posição, atrás de Rússia, México e Bélgica. Os atletas da seleção brasileira serão submetidos a alguns exames médicos e físicos nesta segunda-feira, em São Paulo, visando os próximos compromissos - os Abertos de Montevidéu, no Uruguai, e Buenos Aires, na Argentina.


Fonte: msn

Imprimir