Cidadeverde.com
Geral

Morre aos 58 anos artista que fazia personagem "Zé Benedito"

Imprimir

O personagem "Zé Benedito" foi uma figura fácil pelas ruas de Teresina, cantando e proclamando poesias através do humor. O artista que deu vida a "Zé Benedito", Lucino de Castro Neto, de 58 anos, veio a óbito nesta terça-feira no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) depois de complicações da diabetes. 

O irmão de Lucino Neto, o poeta Chico Castro, contou ao Cidadeverde.com que o irmão passou mal no início da manhã de ontem (23) quando foi levado para o HUT. "O telefone tocou por volta das cinco horas da manhã, a esposa dele me falou que ele não estava bem e eu fui a casa dele. Chamamos o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e ele foi levado para o hospital", disse.

No hospital a família teve conhecimento de que Lucino Neto estava com hipoglicemia. Antes de completar 24 horas internado ele veio a óbito. Amigos e familiares se reuniram para o sepultamento que aconteceu na tarde de hoje, no cemitério do Buenos Aires.

Relembre o personagem

O poeta Chico Castro lembra quando o irmão começou a sair pelas ruas de Teresina levando música e alegria para as pessoas. "Ele começou imitando Raul Seixas e depois passou a imitar o Fagner e o Júlio Iglesias, isso foi antes dele criar o personagem 'Zé Benedito'", conta Chico Castro.

Com a criação do personagem, Lucino Neto começou utilizar da comédia para entreter as pessoas. "Ele era um cara do humor, pegava poemas e interpretava, usando poesia e humor", ressaltou Chico Castro.

 

Lucas Marreiros (Especial para o Cidadeverde.com)
redacao@cidadeverde.com

Imprimir