Cidadeverde.com
Últimas

Grupo Matizes faz campanha de "beijaço" contra título de cidadania para Feliciano

Imprimir

O grupo Matizes, conhecido por sua defesa dos direitos dos homossexuais no Piauí, lançou uma campanha nas redes sociais contra a iniciativa de vereadores da capital que pretendem homenagear o deputado federal pelo estado de São Paulo, pastor Marco Feliciano, com o título de cidadania teresinense. A entidade propõe que casais homoafetivos postem fotos de beijos e se manifestem contra a postura do parlamentar paulista que, recentemente, sugeriu o boicote à uma novela que veiculou cenas de beijo entre duas senhoras. 

A integrante do Matizes, Marinalva Santana, foi quem publicou o primeiro post. “Nós do Matizes começarmos uma campanha pelo Facebook nominada ‘Beijos para a bancada evangélica da CMT’, similar àquela nacional ‘Beijos para Feliciano’. A nosso convite, várias pessoas já postaram em seus perfis beijos dirigidos à bancada evangélica. É uma provocação nossa aos signatários desse projeto de título de cidadania pro Feliciano”, explica Marinalva que é casada há quase dez anos com uma mulher com quem tem uma filha. 

 

 

Na quinta-feira (26), o vereador Ricardo Bandeira (PSDC), autor do projeto de Decreto Legislativo n.º 811/2015 que propõe o título de cidadão Teresinense a Feliciano, defendeu sua iniciativa. Segundo ele, o deputado paulista deve receber a honraria “em virtude da sua atuação como pastor e parlamentar na defesa da família, uma das principais bandeiras de luta do PSDC e do próprio vereador durante seu mandato representando o povo de Teresina”. O parlamentar diz ainda que a concessão do título é um reconhecimento ao trabalho desempenhado por Marco Feliciano na defesa desse tema no Congresso, o que tem repercussão em todos os estados e municípios brasileiros, incluindo Teresina.

Também assinaram o documento os vereadores Levino de Jesus (PRB), Tiago Vasconcelos (PSB), Celene Fernandes (SDD), Antônio Aguiar (PROS), Ananias Carvalho (SDD) e Joninha (PSDB)

Segundo Marinalva Santana, “a mensagem mais importante dessa campanha #beijos para os vereadores da bancada evangélica da CMT é esta: as religiões devem servir para difundir a fraternidade, o amor e o respeito entre as pessoas e não para destilar o ódio”.

O projeto foi lido no plenário da Câmara Municipal de Teresina na sessão de quinta-feira e segue sua tramitação conforme o Regimento Interno da Casa.

 

Carlos Lustosa Filho
[email protected]

Imprimir