Cidadeverde.com
Últimas

Para evitar greve, enfermeiros se reúnem com secretários do governo

Imprimir

Representates dos enfermeiros do estado se reuniram com os secretários de Saúde, Francisco Costa e de Administração, Franzé Silva, para evitar greve da categoria no âmbito estadual. 

Entre os temas discutidos estavam o reajuste salarial, as irregularidades da gratificação Gimas (gratificação de Incentivo à Melhoria da Assistência à Saúde) e o pagamento do plantão extra.

O presidente do Conselho Regional de Enfermagem (Coren-PI), Lauro César de Morais e o presidente do Senatepi, João Sérgio, participaram dareunião realizada ontem(18). 
 
O secretário Franzé Silva afirmou que o Estado não tem condições para negociar ajustes salariais em 2015. “O Estado está um caos, o volume de endividamentos é real e está funcionando por um esforço administrativo. Apenas em janeiro de 2016 sentaremos com as categorias e, de acordo com as condições financeiras iremos negociar os ajustes salariais”, afirmou o gestor.

Lauro César pediu que o governo ficalize as gratificações. “É imprescindível a fiscalização das irregularidades. Tem enfermeiros que ganham muito mais de gratificação que outros e o motivo é desconhecido, além disso, o reajuste de seu valor deve ser de acordo com o salário recebido pelo servidor”,  comentou o presidente do Coren-PI em relação à gratificação Gimas. 

O secretário de Saúde, Francisco Costa, agendou reunião na próxima semana com os representantes, na qual criará uma comissão para estudar o caso das Gimas e apresentar diligências. O gestor definiu ainda o prazo de até agosto para estar com essa regulamentação feita em plano de enquadramento da gratificação.

Os representantes dos profissionais da enfermagem reivindicaram o pagamento de um valor justo no pagamento da hora extra. 

“O técnico e o enfermeiro concursado que atendem pelo Estado, ganham quase a metade dos servidores municipais. O valor recebido é muito baixo e contribui para a desvalorização do profissional”, ressaltou João Sérgio, presidente do Senatepi. 

Os secretários propuseram fazer uma projeção do aumento do valor do plantão extra, além de elaborar um plano protótipo e descongelar a insalubridade. Os resultados dos assuntos discutidos na reunião foram apresentados pelos presidentes do Coren e Senatepi  ao final da tarde, na sede do Coren-PI.


Da redação 
redacao@cidadeverde.com

Imprimir