Cidadeverde.com
Geral

Operação da Depre prende professor suspeito de comandar tráfico

Imprimir

Atualizada e ampliada às 9h40

A Polícia Civil divulgou o nome dos presos suspeitos de tráfico de drogas na capital. Somente a droga apreendida está avaliada em R$ 100 mil. De acordo com o coordenador da Depre, Menandro Pedro, o grupo agia vendendo drogas no atacado. Quatro deles foram presos em flagrante, quando negociavam a venda dois quilos de cocaína, em uma oficina mecânica de propriedade de um dos suspeitos.

Fotos: Polícia Civil/Depre

Os presos foram identificados como Francisco de Assis, conhecido como Lourão; Carlos Alberto; José Higino; Arkright Sousa, conhecido como Ricardo; professor Raimundo Nonato Veras e sua esposa Maria do Socorro. 

“Eles já estavam sendo monitorados há seis meses e ontem tinham a encomenda de dois quilos de cocaína. Eles vendiam no atacado, de dez a 12 quilos e distribuíam pela cidade. Ontem na oficina do Lourão, quando estavam providenciando a venda do entorpecente, eles foram surpreendidos, depois fomos até a casa do professor e achamos maconha no freezer. Ele é uma pessoa bastante conhecida na cidade e agia como chefe do grupo”, disse o coordenador da Depre. 

Segundo o delegado, a Polícia Civil investiga se os carros apreendidos foram adquiridos com dinheiro do tráfico de drogas. Ele disse ainda que os suspeitos estavam tentando negociar drogas por um carro. Ao todo foram apreendidos seis veículos que estão na sede da Acadepol. 

Em depoimento, o professor teria afirmado que estava afastado há dois anos das salas de aula, mas que já teria lecionado em escolas tradicionais da cidade.

Os suspeitos deverão responder pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte ilegal de arma de fogo e agiotagem.

Matéria original às 7h50

Cinco homens e uma mulher foram presos durante operação deflagrada pela Delegacia Especializada de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre), na noite desta quinta-feira (01). Além de quase 70 quilos de drogas, as equipes apreenderam uma pistola.40 de uso restrito da PM-MA, seis carros e cerca de R$ 27 mil. 

Os presos foram capturados em uma residência na avenida Miguel Rosa, por volta das 20h. A polícia contabilizou 58 tabletes de maconha, dois tabletes de cocaína e um de crack. Cinco automóveis também foram apreendidos.   

Entre os suspeitos, está um professor que leciona em várias escolas de Teresina.

"Lamentamos que um professor esteja envolvido neste esquema. Uma pessoa que deveria dar exemplo. Ele já tem passagem por tráfico de drogas e foi preso em Luzilândia e voltou a atuar, sendo apontado como o gerente, o dono do entorpecente que agia distribuindo cocaína, crack e maconha", disse o secretário de Segurança Fábio Abreu, em entrevista ao Notícia da Manhã. 

 

Flash de Graciane Sousa
Redação Caroline Oliveira
[email protected]

Imprimir