Cidadeverde.com
Viver Bem

Quem nunca sonhou em emagrecer comendo bem? Pois tome nota e veja como!

Imprimir

Recomendações gerais de uma dieta, como obedecer à pirâmide dos grupos alimentares, comer de 3 em 3 horas e beber 2 litros de água por dia, não podem ser deixadas de lado. Mas para emagrecer na vida real é preciso mais do que isso, já que a torta de morango sorri para você na vitrine de doces da padaria e seu amado não abre mão da pizza no domingo à noite. Junte a isso o prazer de uma cerveja com batata frita com as amigas e você está perdida. Como não é fácil resistir, alguns especialistas no assunto reuniram os seus mandamentos preferidos para comer bem, cortar calorias e apreciar cada mordida.

 

 

Assuma a paixão pela carne...

"Caso você compare a quantidade de gordura de um bife de filé-mignon com a de um filé de peito de frango, se surpreenderá: o teor é quase o mesmo, com a diferença de que a carne bovina tem mais zinco, ferro e vitamina B12", afirma a americana Catherine Friend, autora de "The Compassionate Carnivore" (inédito no Brasil). A recomendação de ingestão de proteína para mulheres saudáveis é de 0,8 a 1 g por quilo de peso corporal. Lembre-se: uma porção de 30 g de carne é semelhante ao tamanho da palma da mão de uma mulher adulta.

 

...E cultive o lado vegetariano

"Para preservar a cintura fina, vegetais devem estar presentes nas refeições", afirma Mark Bittman, autor de "Tudo e Mais um Pouco" (Ed. Leya). Proteínas de origem vegetal, como feijão, lentilha, soja, grão-de-bico, amêndoa e noz, possuem teor reduzido de gordura e quantidade significativa de fibras e ômegas 3 e 6, contribuindo para a ingestão das gorduras boas de que o organismo precisa. Consuma um desses alimentos uma vez ao dia, como uma porção de feijão ou meia xícara de nozes.

 

Tome água antes das refeições

Uma pesquisa da Universidade Virgina Tech, nos EUA, mostrou que tomar 2 ou 3 copos de água antes de sentar à mesa enxuga até 2 kg. "Ingerir mais água e menos bebidas adocicadas é uma estratégia simples de controlar o peso", afirma Brenda Davy, coautora do estudo.

 

Fonte: M de Mulher

Imprimir