Cidadeverde.com
Geral

Incêndio destrói galpão de madeireira na zona sul de Teresina

Imprimir
  • 20151130034818.jpg Internauta
  • 20151130034817.jpg Internauta
  • 20151130034817_(1).jpg Internauta
  • 20151130035531.jpg Thiago Amaral/Cidadeverde.com
  • 20151130035531_(1).jpg Thiago Amaral/Cidadeverde.com
  • 20151130035532_(2).jpg Thiago Amaral/Cidadeverde.com
  • 20151130035532_(1).jpg Thiago Amaral/Cidadeverde.com
  • 20151130035532.jpg Thiago Amaral/Cidadeverde.com
  • 20151130035532_(3).jpg Thiago Amaral/Cidadeverde.com

Atualizada às 9h50 (horal local)

Os funcionários da madeireira atingida por um incêndio de grandes proporções na noite de ontem, informaram que no local ainda há fogo. O Corpo de Bombeiros, contudo, não atende aos chamados. 

Segundo Lindomar Arcanjo, motorista do estabelecimento, os bombeiros tiveram que fazer oito viagens para tentar controlar as chamas, porque os hidrantes da região não tinham água. “É um absurdo, os bombeiros em si são uns heróis, mas a falta de estrutura é revoltante. O caminhão não tinha água e a cada vez que eles saiam, o fogo se alastrava mais. Está todo mundo muito abalado e agora, patrões e funcionários vao se unir e tentar reconstruir tudo”, disse o motorista. 

Ele destacou que ainda não foi possível contabilizar os prejuízos e que não se sabe o motivo da origem das chamas. Para isso, os proprietários aguardam a perícia criminal. As chamas atingiram a fábrica da madeireira, onde havia dezenas de portas, janelas e outras estruturas semelhantes. 

Lindomar disse que a família está profundamente abalada e que não sabe que providencias vai tomar, porque segundo ele, a falta de estrutura do corpo de bombeiros teria aumentado os prejuízos. 

Matéria original

Um incêndio em uma madeireira na avenida Henry Wall de Carvalho, no bairro Parque Piauí, zona Sul de Teresina, destruiu um galpão com tábuas, portas e janelas. O fogo teria começado por volta das 20 horas deste domingo(29). 

As chamas atingiram o galpão com estoque de madeira, máquinas e peças prontas como portas e janelas. Com o fogo, o teto desabou.

De acordo com tenente Carvalho, do grupo de operações do Corpo de Bombeiros, os militares passaram toda a madrugada(30) combatendo as chamas e fazendo o rescaldo do local. 

Ele informou que foi perda total no galpão, ficando apenas as vigas de pé. “Não havia ninguém no local e somente a perícia vai poder constatar o que aconteceu”, declarou o tenente. 

A madeireira vai permanecer fechada nesta segunda para contabilizar os prejuízos. À TV Cidade Verde, funcionários informaram que o dono está muito abalado e não quis falar com a imprensa.

 

Caroline Oliveira
[email protected]

Imprimir