Cidadeverde.com
Geral

TRE indefere candidatura a prefeito do professor Francisco Soares da Rede

Imprimir

O Tribunal Regional Eleitoral indeferiu o registro de candidatura do professor Francisco Soares (Rede) para concorrer à Prefeitura de Teresina. O julgamento ocorreu na manhã desta quinta-feira(15) e o pleno manteve a decisão da primeira instância. Ele disse que agora vai avaliar uma possível desfiliação do Rede.

Francisco Soares disse que não irá recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) porque há pouco tempo para as eleições, no próximo dia 02 de outubro. 

De acordo com o professor Soares, a decisão do relator, o juiz substituto Astrogildo Mendes Filho, o indeferimento ocorreu em virtude do registro não está vinculado a nenhum Drap (Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários), documento este que pede análise devida na instrução processual.  

Ainda segundo o representante da Rede, o relator citou as denuncias da manipulação na convenção do seu partido para beneficiar de outro candidato majoritário. 

“Diante da situação de pouco tempo até o dia da eleição, nós não vamos ocorrer a instancia superior, porque daqui que chegue ao TSE a eleição já vai ter ocorrido. A questão do Drap é que ele fica na sede, claro que eles não iriam me fornecer, já que antes da convenção, o partido já tinha decidido apoiar outro candidato”, explicou o professor. 

O professor ressaltou ainda que, durante o julgamento, chegou a ser elogiado pela Corte pela sua atuação em defesa do meio ambiente. "Eles disseram que Teresina perde um bom candidato à prefeitura", destacou Soares. 


Flash de Carlienne Carpaso 
Redação Caroline Oliveira
[email protected]

Imprimir