Cidadeverde.com
Geral

PMs piauienses são homenageados em aniversário da Força Nacional

Imprimir
  • b7e27426-7162-4dd8-9631-8975dd307208.jpg Arquivo Pessoal
  • a25f7b0d-974e-463d-a681-a1630e926023.jpg Arquivo Pessoal
  • 0306cfbd-6e4d-4f12-bc28-3c7e94f0f3aa.jpg Arquivo Pessoal
  • 8ceb189b-9ffe-4b5d-a139-08a64074770d.jpg Arquivo Pessoal
  • 4e1ca0ee-6413-455d-bc78-e1ab8c714182.jpg Arquivo Pessoal
  • 2d44a0ea-d751-40e5-98d4-0d2ca82389b8.jpg Arquivo Pessoal
  • 1e70dca0-c9b4-4bd2-8bd2-ae0b64b2330e.jpg Arquivo Pessoal

A Força Nacional de Segurança Pública completou 12 anos e uma solenidade para comemorar a data foi realizada nesta terça-feira(29). No evento, dois soldados piauienses foram homenageados com medalhas. O soldado Clemilton Neves de Sousa recebeu homenagem fúnebre, ele morreu em um acidente automobilístico com a família, quando retornava da Força Nacional. Já Rafael Pereira da Silva, foi o único policial agraciado com a Medalha Honra Federativa de Ouro pelo Ministério da Justiça, por sua bravura durante segurança das Olimpíadas 2016.  

O soldado Rafael, mesmo ferido prestou socorro ao soldado PM de Roraima, Hélio Vieira de Andrade, atingido fatalmente quando a viatura em que ocupavam foi covardemente recebida a tiros na entrada da Vila do João no Complexo da Maré no Rio de Janeiro, no dia 11 de agosto.

O soldado morto também foi lembrado. A mãe dele, Martinha Vieira de Andrade, recebeu a medalha post mortem das mãos do secretário Perioli. A mãe disse que a medalha é um reconhecimento pelo corajoso trabalho prestado à corporação. 

Além deles, foram homenageados profissionais de segurança pública que se destacaram por sua bravura ou que sofreram ferimentos de natureza grave em serviço. 

O ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, relembrou as vitórias da corporação e falou do papel da Força Nacional no Plano Nacional de Segurança Pública: “A Força Nacional nasceu para combater problemas agudos, mas agora deve combater, além destes, os problemas crônicos: principalmente os homicídios”.

O ministro destacou que, em apenas uma semana de seleção para os veteranos, houve quase 3 mil inscritos. Ele afirmou que o efetivo para 2017 deve saltar de pouco mais de mil para 7 mil profissionais. 

Durante a cerimônia, o ministro Moraes, o secretário Nacional de Segurança Pública (Senasp), Celso Perioli, e diretor da Força Nacional, coronel Alexandre Aragon, entregaram a Medalha Mérito da Força Nacional Luís Pedro de Souza Gomes.

Homenagens

Medalha Honra Federativa (Ouro):

1. Soldado PM do Piauí - Rafael Pereira da Silva

Homenagem Fúnebre a todos os falecidos nestes 12 anos, com toque de silêncio durante a fala do diretor da Força Nacional:

1. SGT PMAM Marco Polo Pinheiro Ferreira
2. SGT PMDF Walquenis de Oliveira Dias
3. CB PMMG Nedson Anastácio da Silva
4. CB PMPA Silvio Alessandro Moreira
5. AGENTE PCAL Maria Aparecida Lima
6. SGT PMAL José Almir Albuquerque Torres
7. SD PMPI Clemilton Neves de Sousa
8. SD PMMS Luis Pedro de Souza Gomes
9. CB PMRN Marcos Aurélio de Oliveira
10. SD PMRR Helio Vieira Andrade
11. SD PMAL Abinoão Soares de Oliveira
12. Rafael Neves Bezerra

Medalha Distinção Federativa (Prata)

1. DEL PCTO Marcele Cristiane Soares Delegado Costa De Oliveira;
2. Thiago Bandeira Valles;
3. TC PMRS Marcelo Dornelles Dos Santos ;
4. TC BMAC Vandernilson Peres Da Silva;
5. MAJOR BMRJ Michel Moreira Bastos;
6. Perita médico legista PCAM Marilane Marinho Menezes;
7. TEN PMMG Fernando Antunes Netto;
8. SGT PMPB Lenivaldo Passos;
9. SGT PMDF Alcydalla Ribeiro De Jesus;
10. SD PMPE José Eduardo Barreto Dias;
11. Gisele Santana Ribeiro.

 

Caroline Oliveira
[email protected]

Imprimir