Cidadeverde.com
Política

Projeção de inflação para 2009 tem queda após oito semanas

Imprimir

Depois de oito semanas consecutivas inalterada, a projeção de analistas de mercado para a inflação em 2009 teve uma leve redução. A estimativa para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) passou de 5% para 4,99% no ano, segundo informou hoje (15) o boletim Focus, publicação semanal do Banco Central elaborada com base em pesquisa com uma centena de analistas de mercado sobre os principais indicadores da economia.

Para este ano, as estimativas de inflação vêm caindo há sete semanas. Agora, passou de 6,27% para 6,26%. A meta de inflação estabelecida pelo governo para 2008 e 2009 é de 4,5%, com margem de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Os analistas já  chegaram a projetar  inflação acima do limite superior da meta (6,5%), mas reduziram as projeções quando os índices deram sinais de recuo.

No mercado paulista, a expectativa para o Índice de Preços ao Consumidor, medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC-Fipe) da Universidade de São Paulo (USP) permanece em 6,41% em 2008, e foi ajustado de 4,67% para 4,70% em 2009.

Os analistas reduziram as projeções para o mercado atacadista neste ano. A estimativa para o Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) recuou de 10,27% para 10%. No caso do Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M), a expectativa passou de 10,35% para 10,20% neste ano.

Para os analistas, o IGP-M deve chegar ao final de 2009 em 5,40%, ante os 5,50% previstos na última semana, enquanto o IGP-DI deve ficar em 5,20%, a mesma projeção anterior. Com relação aos preços administrados (tarifas de serviços públicos, combustíveis, remédios etc), a projeção caiu de 3,79% para 3,72%, neste ano. Para 2009, a estimativa passou de 5,10% para 5,13%.

Fonte: Agência Brasil

Tags:
Imprimir