Cidadeverde.com
Política

'O PDT ter dois cargos não é garantia de que continue na base', diz Flávio

Imprimir

O deputado Flávio Nogueira (PDT) declarou que a tendência é que o partido continue como aliado do governo em 2018. Ele afirmou que torce por isso, mas que o fato de o PDT ocupar duas secretarias no governo não garante a permanência na base. 

Para ele, os desdobramentos políticos também podem ser outros, como o PDT vir a ser oposição. Flávio Nogueira falou do interesse da sigla em fazer parte de uma chapa majoritária em 2018, mas não garantiu se essa chapa será com o PT, por acreditar que é precipitado apostar em alguma definição agora.

“Como é que posso dizer que o partido é oposição se temos lá dois representantes como secretários. Isso não quer dizer que a gente não possa sair, pois tudo é dinâmico na política. Acontece um incidente e eu não posso sair porque o partido teve três secretários? Isso não acontece em política. A tendência, lógico, é ficar com uma candidatura em que o Wellington seja candidato. Torço por isso. Agora dizer que isso é ou vai ser, não dá”.

Ele falou do interesse do partido em disputar um cargo majoritário. “O PDT vai participar de uma chapa majoritária, qual será o cargo, eu não sei. Tive agora mesmo uma reunião com o presidente nacional do partido e a ideia é que nós deveremos estar nos Estados, e principalmente aqui, que o partido tem três deputados estaduais e cresceu muito. Temos andado muito no interior, temos, com a modéstia aí, boa performance, então nós não podemos estar se excluindo de uma chapa majoritária”.

Sobre a possibilidade de o PDT se unir a outros de oposição no Estado, para formar uma chapa forte, ele também diz que é cedo para saber, ainda mais analisando que a maioria das siglas estão tentando negociar com o poder estadual.

“Primeiro a gente tem que saber qual a oposição, nós não temos por enquanto oposição no Estado. Aliás, uma oposição, assim, formalizada. Tem-se um ou outro deputado que faz oposição, então é uma tentativa de agrupar, assim como o governo está tentando fazer o seu bloco. Qual o partido é aposição se todos estão dialogando com o governo para fazer uma coalizão. Então acho que aqueles que ficarem fora é que serão uma oposição”. 
Há especulações de que um dos cargos ocupados pelo PDT no governo, a secretaria de Turismo, que tem como titular Flávio Júnior, filho de Flávio Nogueira. Sobre isso, o deputado diz que não foi informado de nada e que se for uma vontade de Wellington Dias, não foi comunicada pelo governador a ele.  

Há especulações de que o PDT perca um dos cargos ocupados pelo PDT no governo, a secretaria de Turismo, que tem como titular Flávio Júnior, - filho de Flávio Nogueira. Sobre isso, o deputado diz que não foi informado de nada e que se for uma vontade do governador Wellington Dias, nada leh foi comunicado até agora.

 

Lyza Freitas
redacao@cidadeverde.com

Imprimir