Cidadeverde.com
Últimas

Maternidade Evangelina Rosa anuncia mais 10 vagas de UTI neonatal

Imprimir

A Maternidade Dona Evangelina Rosa reagiu à denúncia da Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores de Teresina, que levantou que, de janeiro até a metade do mês de maio, 136 bebês morreram por falta de Unidades de Terapia Intensiva no local

O diretor da maternidade, Francisco Macêdo, anunciou que, na próxima segunda-feira (29), mais 10 vagas de UTI's serão abertas na Dona Evangelina Rosa. Além disso, a direção ressalta o reforço  do trabalho da comissão de controle de infecção hospitalar. 

"Os dez leitos de UTI serão abertos com condições e não vai faltar recurso para manutenção", afirma o diretor Francisco Macêdo. A direção defende, ainda, que para diminuir pacientes graves é preciso que haja uma parceria entre o Estado e os municípios.

"Temos que dar ênfase na atenção básica, melhores condições de pré natal para que o bebê não precise de atendimento de alto risco", disse o diretor.

A denúncia da Câmara de Teresina é de autoria  do vereador Lázaro Rogério. Para ele, a situação da maternidade é "de calamidade, de guerra".

"Os bebês foram a óbito por falta de uma Unidade de Tratamento Intensivo. Eram crianças perfeitamente recuperáveis, que nasceram prematuras, os pulmões ainda não tinham amadurecido o suficiente, mas se tivessem tido assistência ventilatória e cuidados adequados, perfeitamente poderiam viver e serem pessoas normais", criticou o vereador.

Izabella Pimentel com informações da TV Cidade Verde
Especial para o cidadeverde.com
[email protected]

Imprimir