Cidadeverde.com
Esporte

Centenas de bikers encaram 92 km do Picos Pro Race, Daniel Zoia é o campeão

Imprimir

O mineiro Daniel Zoia da equipe Audax Bike/FSA/Marzocchi foi o campeão da geral do Picos Pro Race, a maior maratona de mountain bike do Norte e Nordeste do Brasil, que movimentou mais de 450 ciclistas neste domingo (02), na região de Picos, Sul do Estado. 

Zoia, da categoria Elite, seguia colado por mais dois ciclistas até o km 60 da prova, mas a partir daí, quando os treechos de longas e difícieis subidas começaram a despontar, o mineiro mostrou a que veio e disparou, deixando para trás piauiense, paraibano, pernambucano e o segundo colocado da prova, o cearense Gilberto Silva (equipe Bicipeças Cycle Tem), tamém da Elite. 

Zoia ganhou um prêmio de R$ 2.000,00 pela colocação geral e mais o prêmio em dinheiro por ser o campeão da sua categoria. O evento movimento o sábado e o domingo no Picos Plaza Shopping, tendo apresentações de bandas de música e muita agitação na cidade, o que deixou a todos satisfeitos, uma vez que o evento movimento também a economia da região.

O mineiro fez o tempo total de 3h39min33s, uma larga vantagem em relação a Giberto Silva, que completou em 2º geral com o tempo de 3h46min21s. O terceiro colocado foi o paraibano Sharlys Silva, da Wetek bikesystem. O quarto colocado foi o piauiense de Teresina Francisco Édio Neves, Equipe Audax, com o tempo de 3h58min30s. 

“É a segunda vez que eu venho para o Picos Pro Race, é uma prova que realmente exige bastante do nível físico e técnico dos atletas, altimetria de 1.400 de acumulado.

É um percurso bastante duro, principalmente pelo calor intenso, trechos de areia, mas a parte mais dura para mim foi o Km 65, em uma subida que definiu a prova. Depois dela, até o final, vim mantendo um ritmo e consegui a vitória para a prova”, disse Zoia.

Gilberto Silva disse que a prova é sempre um desafio. “É uma prova muito dura, muito obstáculo, fiz uma largada consciente, tentei levar a prova até o final e correr aqui é sempre muito bom”, afirma o atleta. 

O paraibano Sharlys Silva, que corre provas de maratona no Nordeste, ficou com a terceira colocação. Ele conseguiu manter-se no primeiro lugar até o Km 65, mas os imprevistos com a bike não o deixaram na dianteira. “Você vai se aperfeiçoando nesse tipo de prova, é sempre bom testar seus limites”.

Este ano o Picos Pro Race teve um número recorde de inscritos em provas no PIauí, com 450 atletas vindos de dez Estados. 

A prova contou com o auxílio das prefeituras das cidades por onde passou como Santana do Piauí e Bocaina, que ofereceram mesas de frutas e até um chuveirão, em Satana do Piauí, para recepcionar os atletas que enfrentaram a alta temperatura e as trilhas técnicas de uma das competições mais bem conceituadas do país. 

“Estou muito satisfeito com o bom resultado da prova, não aconteceu nenhum incidente grave e que venham mais provas”, disse o organizador do evento, Daniel Freitas.

Entre as mulheres, a campeã geral foi a pernambucana Alexsandra Noronha, seguida da cearense de Fortaleza, Venilda Eli, esta que recentemente venceu o Desafio das Opalas, prova realizada pela Federação de Ciclismo do Piauí - FCP, no município de Pedro II. Alexsandra elogiou a estrutura do PPR . 

“Foi uma prova de alto nível, estão todos de parabéns. A minha vitória foi um somatório de prática e resistência. Tive que aumentar o ritmo com 30 ou 40 Km para poder alcançar a primeira colocação”, disse a atleta estreante na competição, na categoria Elite, pela equipe Casco de Pedra. Na categoria Master Feminino, a grande vencedora foi a também pernambucana Joziane de Moura, da equipe Camarote Radical. 

Ela diz que teve boa resistência à prova até o Km 70, mas, depois disso, sentiu o calor e as dificuldades das subidas do percurso, que foi elaborado para deixar a competição ainda mais técnico, como é característico do evento. “Larguei com força e como eram 92 Km, nos 22 quilômetros finais já fiquei sem forças. No ano passado, também competi e fiquei em quarto lugar. Este ano consegui liderar quase toda a prova”, disse com satisfação a atleta. 

O Picos Pro Race 2017 valeu como a 6ª etapa do Piauiense de Mountain Bike e ranking nacional da classe XCM1. Realização: Naativa. O resultado oficial pode ser consultado no site www.xcrono.com.br. Outras informações na página do Picos Pro Race no Facebook.


Da Redação
[email protected]

Imprimir