Cidadeverde.com
Política

Fiocruz vai pesquisar 'doenças fósseis' e desnutrição no Piauí

Imprimir

O governador Wellington Dias(PT) determinou hoje(06) a uma equipe de médicos e técnicos do Piauí o prazo de quatro semanas para a apresentação do projeto de criação do Centro de Pesquisa da Fiocruz no Estado, que será chamado "Fiocruz do Sertão".

Participaram na reunião no Palácio de Karnak o assessora da presidência da Fiocruz, Péricles Costa, , diretor do Instituto Oswaldo Cruz, Márcio Neves Bóia, o diretor do Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela Carlos Henrique Nery e outras autoridades da área de saúde e pesquisa.

Segundo o diretor do Instituto Natan Portela, a sede no Piauí vai ser um centro de alta tecnologia para resolver problemas de saúde, relacionados às doenças tropicais, desnutrição, aquelas transmitidas pela água e materno-infantil.

De acordo com o que foi repassado no encontro, o instituto também irá pesquisar o clima do semi-árido e as primeiras doenças que surgiram no Piauí, através do DNA de fósseis da região da Serra da Capivara, na região de São Raimundo Nonato.

Para a instalação da Fiocruz serão investidos R$ 20 milhões, para atender cerca de 52 milhões de pessoas na região Nordeste. O objetivo é fazer do instituto uma referência em pesquisas de doenças tropicais.

O governador já definiu a data para inauguração do centro, que será no doa 15 de fevereiro de 2010. Após a reunião de hoje, o próximo passo da equipe responsável pelo projeto será o levantamento de estrutura e pessoal.

Flash de Yala Sena (direto do Karnak)
Záira Amorim (Da Redação)

[email protected]

 

Tags:
Imprimir