Cidadeverde.com
Geral

Relatório aponta 31 barragens do Piauí em situação de risco

Imprimir

Resultado de imagem para barragem + cidadeverde

O Relatório de Segurança de Barragens (RSB), divulgado pela Agência Nacional de Águas (ANA) neste mês de outubro, classificou 31 barragens do Piauí em situação de risco em suas estruturas. Os dados são referente ao ano de 2016. Entre os reservatórios do Estado que aparecem na publicação estão Piaus, Jenipapo, Poço de Marruás, Ingazeiras e Caldeirão. Veja relação completa abaixo e o relatório completo aqui.

Todas elas também entraram na categoria Dano Potencial Associado (DPA) em função de potencial de perdas de vidas humanas e impactos econômicos, sociais e ambientais decorrentes da ruptura da barragem.

As barragens foram vistoriadas no período compreendido entre 1° de outubro de 2015 e 31 de dezembro de 2016. 

Em todo o Brasil, as instituições fiscalizadoras declararam que 3.691 barragens foram classificadas quanto à Categoria de Risco, sendo que 1.091 barragens possuem CRI alto. A maioria de barragens com CRI alto encontra-se no Nordeste, preponderantemente na Paraíba (404), Rio Grande do Norte (221) e Bahia (204).
 
Em relação ao Dano Potencial Associado foram classificadas 4.149 barragens, sendo 2.053 com DPA alto, localizadas preponderantemente no Nordeste, mais especificamente na Bahia (300), no Rio Grande do Norte (255) e na Paraíba (219), mas também no Rio Grande do Sul (475) e em Minas Gerais (245). Existem 695 barragens classificadas simultaneamente com CRI e DPA altos.

O RSB é um dos instrumentos da Política Nacional de Segurança de Barragens (PNSB), estabelecido pela Lei Federal no 12.334, de 20 de setembro de 2010. O relatório é elaborado, anualmente, sob a coordenação da ANA, que o envia ao Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH), para suas considerações. Em seguida, o CNRH envia-o ao Congresso Nacional.

O superintendente de Recursos Hídricos do Secretaria do Meio Ambiente, Romildo Mafra, disse que desconhece o relatório da ANA, no entanto, assegurou que tanto a Semar como o Dnocs fiscalizam de forma constante as barragens. Ele afirmou ainda que vai entrar em contato com a agência.

 O diretor do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs) no Piauí, Djalma Policarpo, disse ao Cidadeverde.com que o órgão está lutando pela recuperação e modernização dos reservatórios, sobretudo os geridos pelo próprio Dnocs.

Lista das barragens em situação de risco, segundo o relatório:

1.Anajás
2.Aldeias
3.Araraquara 
4.Atalaia 
5.Barreiras 
6.Beneditinos 
7.Bezerro 
8.Bonfim 
9.Cajazeiras 
10.Caldeirão
11.Caracol 
12.Estreito 
13.Emparedado 
14.Fátima 
15.Ingazeiras 
16.Jenipapo 
17.Malhadinha 
18.Mesa De Pedra 
19.Nonato
20.Pedra De Serra 
21.Pedra Redonda 
22.Petrônio Portela
23.Piaus 
24.Poço Do Marruá 
25.Poços 
26.Salgadinho 
27.Salinas 
28.São Vicente 
29.Tinguis
30.Pé De Serra
31.Cacimbas

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

Tags: barragens
Imprimir