Cidadeverde.com
Política

TRE-PI julgará dois processos sigilosos de eleições municipais nesta semana

Imprimir

Foto: Wilson Filho/Cidade Verde

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) julgará, nesta semana, dois processos relativos a eleições municipais de 2016 e que tramitam em segredo de justiça. As ações estão na pauta da próxima terça-feira (24). 

Um dos processos é uma ação de impugnação de mandato eletivo contra a chapa vencedora para a prefeitura de Ribeira do Piauí, encabeçada por Professor Arnaldo (PRTB), e foi movido pela coligação da candidata Kêda Borges (PDT), que ficou em segundo lugar no pleito. 

Em outro caso que tramita em sigilo, o Ministério Público Eleitoral tenta impugnar o mandato do vereador Josias Cândido da Silva, reeleito em Coivaras no pleio de 2016.

Na pauta de terça-feira, estão ainda dois mandados de segurança. Um deles suspendeu a tramitação de uma ação de investigação judicial eleitoral contra o prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos Modesto Alves, na 20ª Zona eleitoral. O outro foi movido pelo ex-prefeito de Oeiras, Lukano Sá, contra o juiz da 5ª Zona Eleitoral.  

Nesta segunda-feira (23), o TRE-PI retoma o julgamento referente às eleições municipais de 2016 em Cabeceiras do Piauí. O prefeito José Joaquim de Sousa Carvalho e seu vice, Benedito Afonso Ligório, foram punidos com multa por propaganda irregular. A coligação adversária pede a cassação da chapa. 

Na semana passada, o juiz relator do processo, Paulo Roberto de Araújo Barros, votou pela manutenção da pena, em acordo com parecer do Ministério Público e mantendo a decisão de primeira instância. Mas o desembargador Edvaldo Moura pediu vistas do processo. 

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

Imprimir