Cidadeverde.com
Geral

Defesa Civil inicia Operação Carro-pipa em 32 cidades do PI

Imprimir

Técnicos da Secretaria Estadual de Defesa Civil, seguem na próxima segunda-feira (20) para 32 cidades do semi-árido piauiense para supervisionar a Operação Carro-pipa nos municípios atingidos pela estiagem. Além da elaboração das rotas de distribuição de água para as populações atingidas, os técnicos vão iniciar a contratação dos caminhões que participarão da operação.

O secretário de Defesa Civil, Fernando Monteiro, explicou que já são 59 municípios com decretos reconhecendo a situação de emergência por causa da seca. Desses, 32 serão atendidos nessa primeira etapa.

As cidades com emergência decretada: São Julião, Marcolândia, Pior IX, Amarante, Alagoinha do Piauí, Betânia do Piauí, Jaicós, Colônia do Piauí, Caldeirão Grande, Acauã, Francisco Santos, Belém do Piauí,  Paulistana, Guaribas, Jacobina do Piauí, Ipiranga, Padre Marcos, Massapé do Piauí, Francisco Macedo, Campo Grande do Piauí, Conceição do Canindé, Júlio Borges, Vila Nova do Piauí, Nova Santa Rita, Campinas do Piauí, Fartura do Piauí, Monsenhor Hipólito, Dom Expedito, Bonfim do Piauí, Várzea Branca, João Costa e Anísio de Abreu.

Além da Operação Carro-pipa, a Secretaria de Defesa Civil está executando o Programa Mais Água.  Em dois meses, técnicos da Secretaria de Defesa Civil e da Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba) visitaram 50 dos 100 poços tubulares a serem equipados em 91 municípios do Piauí, através da parceira entre os dois órgãos, beneficiando 3.380 famílias.

Desse total, 31 poços já foram inspecionados e tiveram os testes de vazão realizados pelos técnicos da Defesa Civil estadual, estando em fase de instalação dos equipamentos.
 

O convênio com a Codevasf, orçado em R$ 3,4 milhões, com recursos do Ministério da Integração Nacional, inclui a montagem da bomba submersa (onde existe energia elétrica disponível), motor-bomba (a diesel, onde não há energia), caixa d’água de 5 mil litros e chafariz, em 100 comunidades dos municípios das regiões de Bom Jesus, Campo Maior, Canto do Buriti, Corrente, Floriano, Oeiras, Paulistana, Picos, São João do Piauí, São Raimundo Nonato e Valença.

O convênio faz parte do Programa Mais Água, que prevê a recuperação de 510 poços, para  atender 260 comunidades, beneficiando cerca de 18 mil famílias no Piauí. O secretário de Defesa Civil, Fernando Monteiro, explica que o Programa Mais Água é executado em parceria com a Funasa (Fundação Nacional de Saúde), que vai equipar 160 poços; e com a Codevasf), que ficou encarregada da recuperação de 100 poços. Um acordo de cooperação técnica entre a Defesa Civil e o PCPR (Programa de Combate à Pobreza Rural) vai garantir a recuperação dos outros poços restantes.
 
 
Da Redação
Tags:
Imprimir