Cidadeverde.com
Política

Empresário João Claudino recebe título cidadão em Pernambuco

Imprimir

 

O empresário João Claudino Fernandes, responsável pelo Grupo Claudino, considerado uma das maiores redes varejistas do Nordeste, recebeu o Título de Cidadão de Pernambuco, na noite desta terça (14), na Assembleia Legislativa. Natural do Rio Grande do Norte, o homenageado foi agraciado por iniciativa do deputado Waldemar Borges (PSB), que enalteceu as ações promovidas pelo administrador em prol da cultura e da arte pernambucanas. A solenidade contou com a presença do governador do Piauí, Wellington Dias.

Ainda ontem, o empresário foi recebido pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara, no Palácio das Princesas, sede do governo. João Claudino estava acompanhado de Wellington Dias. 

"A gente fica muito satisfeito da Assembleia Legislativa fazer essa homenagem a este nordestino João Claudino Fernandes que há tanto tempo gera tanto emprego e renda ao Nordeste e a todo Brasil que se criou e se formou conhecendo bem a realidade dessa nossa região e ao mesmo tempo como empresário tem cada vez crescido mais, dando exemplo de trabalho, de produtividade, de busca de alternativas para momentos de dificuldade e ele é um exemplo disso", destacou o gestor pernambucano. 

Para o governador Wellington Dias, o empresário é um cidadão nacional. "João Claudino é um cidadão do Brasil, é claro que com um foco especial no Nordeste, que tem um carinho muito grande do povo do Piauí, onde ele tem a base principal das suas empresas, mas nao apenas como empresário, mas alguém apoiador da cultura, do social, provavelmente um dos maiores empregadores do Brasil e do Nordeste", ressaltou. 

Solenidade

O Grupo Claudino reúne 17 mil colaboradores em 13 empresas que atuam em vários segmentos, como shopping centers, frigoríficos, editoras, além de fábricas de tecidos, colchões, móveis e de bicicletas. O conglomerado teve início em 1958 com a fundação do Armazém Paraíba, em Bacabal, interior do Maranhão.

“João Claudino Fernandes e Valdecy Claudino, fundadores do grupo, firmaram-se como competentes administradores e homens de visão ao conseguirem, a partir de uma pequena cidade nordestina, construir e gerir um enorme complexo empresarial com atuação em vários Estados”, destacou o deputado Tony Gel (PMDB), que presidiu a cerimônia.

O propositor do Título, Waldemar Borges enfatizou que João Claudino é um aficionado pela cultura popular nordestina, especialmente a poesia. Segundo o parlamentar, além da publicação de vários livros de poetas do Estado, ele realiza anualmente o Festival Artes de Março – no Teresina Shopping, de sua propriedade -, no qual promove artistas do Sertão do Pajeú.

“A sensibilidade cultural do empresário modifica, por meio da arte, a vida de muitos pernambucanos. A forma singular como trata nosso Estado já o fez, de fato, filho do ‘Leão do Norte’ há muito tempo. Agora é hora de oficializar um pertencimento que supera o campo do direito, mas que merece ser reconhecido por esta Casa Legislativa”, ressaltou Borges.

O senador Elmano Férrer (PMDB-PI) também prestigiou a solenidade. "Me sinto muito feliz de estar aqui, porque é um reconhecimento a nossa amizade, mas sobretudo do povo de Pernambuco, em reconhecer através desse projeto que concede o título pernambucano, a esse grande empresário que nos orgulha a todos", afirmou. 

João Claudino assegurou se sentir orgulhoso por se tornar um pernambucano. “Aqui neste Estado recebi muitas lições de vida. O pernambucano é um povo maravilhoso e tudo isso está acontecendo pela sua bondade; eu apenas sou um apaixonado por essa terra e, a partir de agora, mais ainda”, declarou. O empresário também admitiu estar feliz porque a concessão do Título de Cidadão foi motivada “pela arte e a poesia”.

O chefe de Gabinete do Governo de Pernambuco, João Campos, representou o governador Paulo Câmara na Reunião Solene. Artistas como Santanna, o sanfoneiro Luizinho e os repentistas Valdir Teles e Edmilson Ferreira, entre outros, fizeram apresentações durante a cerimônia. Filho do administrador, João Claudino Júnior, e o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Valdecir Pascoal também falaram durante a homenagem.

 

Caroline Oliveira
Com informações da Alepe e do repórter Elivaldo Barbosa (TV Cidade Verde)
redacao@cidadeverde.com

 

  • 1.jpg
  • e0f5e7b8-ead4-44b3-a673-b0dece806482.jpg
  • 8e538372-51bc-4828-b63c-102a09da66f9.jpg
  • 2c6f795b-812a-4820-a660-74ba6f1862f5.jpg
  • 2b07c236-2f80-4cd0-9fed-6cea2fe43d2e.jpg
  • 0ff35cd2-2052-4d0d-9f48-41698e28b3d2.jpg
Imprimir