Cidadeverde.com
Geral

Golpistas usam Nota Piauiense para conseguir dados bancários de vítimas

Imprimir

Supostas ligações em nome da Secretaria Estadual de Fazenda solicitando documentos pessoais são o novo golpe aplicado no Piauí, desta vez envolvendo o programa do Governo, Nota Piauiense. Em Parnaíba, um idoso chegou a comparecer a agência da Sefaz após uma das ligações onde foi pedido o seu CPF e seus dados bancários para que fosse depositado um prêmio de R$ 3 mil do programa.

"Eles ligam, informam que a pessoa foi ganhadora do prêmio e pedem que ela compareça em uma agência da Sefaz para pegar o resgate. Para isso eles pedem dados bancários e documentos da pessoa como o CPF no caso que chegou até nós", explica o gerente regional da Sefaz, Luiz Araújo Passos.

Após levantamento pelos funcionários, detectou-se que o idoso nem sequer era cadastrado no programa de benefícios oferecidos pela SEFAZ. O gerente reforça que a secretaria não realiza ligações deste tipo para ganhadores do programa e que em raras exceções, não são solicitados documentos.

"A Sefaz só informa a pessoa do prêmio caso esteja próximo do prazo de expirar o valor e ainda assim não são solicitados dados pessoais de ninguém", alerta o gerente.

O delegado JJ, titular da Delegacia de Combate ao Crime contra a Ordem Tributária e Econômica (Decoortec), informou que até o momento não foi registrado nenhum golpe em Teresina e caso denunciado, uma investigação será aberta para apuração.

Sefaz

Há cerca de dez dias a própria Secretaria publicou nas redes sociais do programa negando qualquer tipo de contato através de e-mail ou mensagens de texto. Em nota ela reforça que o usuário é comunicado do prêmio somente na divulgação da lista.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com

Imprimir