Cidadeverde.com
Entretenimento

Pedro Cardoso critica presidente da EBC e abandona programa

Imprimir

Fonte: Divulgação/TV Globo

"Eu não participo de programas de empresas que estão em greve...", afirmou Pedro Cardoso

Pedro Cardoso foi convidado pelo "Sem Censura", da TV Brasil, para lançar seu livro chamado "O Livro dos Títulos". Porém, quando o ator recebeu a palavra, decidiu fazer um discurso contra o presidente da EBC (Empresa Brasil de Comunicação) e abandonou o programa ao vivo.

 

O famoso afirmou que seu ato era em apoio ao protesto dos funcionários da emissora que estão há dias sem receber salário.

 

"Eu não vou responder essa pergunta nem nenhuma outra. Porque quando eu cheguei aqui hoje encontrei uma empresa que está em greve. Eu não participo de programas de empresas que estão em greve... Diante desse governo que está minando o Brasil tenho convicção que as pessoas que estão fazendo essa greve estão cobertas de razão. Então eu não vou falar do assunto que vim falar e de nenhum outro", afirmou.

 

Irritado, Pedro também relatou que estava deixando a atração em apoio Taís Araújo - que foi zombada por Laerte Rimoli nas redes sociais, após a atriz dizer que "a cor de seu filho é a cor que faz com que as pessoas mudem de calçada, escondam suas bolsas e que blindem seus carros".

 

"Também soube, quando cheguei aqui, que o presidente dessa empresa, que pertence ao povo brasileiro, fez comentários extremamente inapropriados a respeito do que teria dito uma colega minha onde a presença do sangue africano está visível na pele. Porque o sangue africano está presente em todos nós, mas em alguns está presente também na pele", destacou.

 

E finalizou seu discurso: "Então, se essa empresa que é do povo brasileiro tem na presidência uma pessoa que fala contra isso. eu não posso falar do assunto que vim falar aqui. Eu tenho imenso respeito por todos vocês e peço desculpas, pois vou me levantar em respeito aos grevistas e vou embora".


Fonte: Famosidades

Imprimir