Cidadeverde.com
Esporte

COB altera estatuto e atletas terão 12 votos em assembleias

Imprimir

Uma das inúmeras polêmicas do esporte nacional parece ter chegado ao fim. Nesta quarta-feira, dirigentes do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) se reuniram no Rio de Janeiro e decidiram alterar um item do novo estatuto. 

Agora, atletas brasileiros terão direito a 12 votos em assembleias do COB.

"Mostramos hoje que o COB está em perfeita união, votando pela maior participação dos atletas por unanimidade. Estamos todos unidos em prol do esporte olímpico brasileiro. Este é um dos significativos avanços do novo estatuto do COB", disse Paulo Wanderley, atual presidente do Comitê.

Com a alteração, 12 atletas brasileiros terão o direito de participar das decisões da Assembleia Geral do COB, inclusive com direito a voto nas eleições da entidade nacional.

Uma reunião realizada no dia 22 de novembro deste ano causou muita polêmica, após os dirigentes decidirem que os atletas não teriam direito a 12 votos, e, sim, apenas um. No entanto, os representantes do COB voltaram atrás na decisão.

Além do judoca Tiago Camilo, presidente da Comissão dos Atletas, outros 11 atletas têm direito aos votos, são eles: Eduarda Amorim (handebol), Beatriz Futuro (rugby), Emanuel Rego (vôlei de praia), Fabiana Murer (atletismo), Yane Marques (pentatlo moderno), Poliana Okimoto (maratona aquática), Arthur Zanetti (ginástica artística), Thiago Pereira (natação), Fabiano Peçanha (atletismo), Emerson Duarte (tiro esportivo) e Bruno Mendonça (hóquei sobre grama).

"Fico feliz de estar dessa nova construção do esporte brasileiro. Acredito que nós, atletas, temos agora que nos unir cada vez mais para fazer valer essa representação. 

Fico feliz e com o sentimento de compromisso maior, de me doar em benefício do desenvolvimento do esporte brasileiro", afirmou Tiago Camilo.


Fonte: Terra

Imprimir