Cidadeverde.com
Geral

Suspeito de matar empresário é preso em restaurante que trabalhava na zona Leste

Imprimir
  • dirceu222.jpg Graciane Sousa
  • dirceu111.jpg Graciane Sousa
  • dirceu55.jpg Graciane Sousa
  • dirceu44.jpg Graciane Sousa
  • dirceu33.jpg Graciane Sousa

Foragido há mais de um ano da penitenciária Irmão Guido, onde estava preso pela morte do empresário Jordão Medes da Silva, 25 anos,conhecido como "Playboy" em julho de 2015, Fabio Kalleus da Silva foi preso no início da noite deste sábado(16). Os policiais da Delegacia de Homicídios prenderam Kalleus em frente a um restaurante da zona Leste, onde ele estaria trabalhando.  

De acordo com o coordenador da DH, delegado Francisco Baretta, os policiais montaram campana no local, até recapturá-lo, por volta das 18h20. 

“Fábio Kalleus Da Silva é um dos autores do latrocínio contra o empresário Jordão, conhecido como "Playboy", que foi assassinado na manhã do dia 03 de Julho de 2015, por volta das 11h15, dentro de sua loja (Playboy Fashion), na Quadra 88, Casa 108, bairro Dirceu I, zona Sudeste. A vítima estava em sua loja quando Kalleus chegou na garupa de uma moto pilotada por seu comparsa de nome Halyson Lima Ribeiro, quando tentou roubar a vítima que reagiu e foi alvejada com um tiro na cabeça”, conta o delegado Baretta.  

Tanto Kalleus quanto Halyson já haviam sido presos anteriormente por causa deste crime, nos dias 20 e 21 de Setembro de 2016, respectivamente. Mas, no dia 02 de dezembro do ano passado, Kalleu teria participado de uma fuga da Penitenciária Irmã Guido, através de um túnel, onde além dele outros 16 detentos também fugiram e até ontem estava foragido.

A Delegacia de Homicídios disponibiliza o número 181 para denúncias anônimas.


Caroline Oliveira
[email protected]

Imprimir