Cidadeverde.com
Últimas

Funcionários de call center são vítimas de arrastão quase diariamente

Imprimir

Os funcionários de uma empresa de call Center localizada na Sul de Teresina estão literalmente com as mãos na cabeça. Eles não sabem mais o que fazer para escapar de tantos assaltos enquanto se deslocam para o trabalho. Só na sexta-feira (16) oito pessoas foram vítimas de um arrastão.

João Gomes, que é supervisor na empresa, disse ao Cidadeverde.com que os assaltos acontecem quando as pessoas estão se deslocando da Avenida Henry Wall de Carvalho para o local de trabalho. 

“As pessoas descem e vão caminhando. Muitos se organizam em grupos em busca de mais segurança, mas isso não intimida os bandidos. Só ontem teve um arrastão com oito pessoas”, relata.

Segundo ele, os bandidos, que andam de moto, geralmente estão armados e levam principalmente celulares e bolsas. “Isso acontece todo dia. Mais de 100 pessoas da empresa já foram assaltadas”, afirma.

O supervisor ressalta que as pessoas precisam dos telefones para trabalhar e, por isso, não podem deixar os aparelhos em casa. “A gente fica sem saber o que fazer”, desabafa.

Assaltos em ônibus também são frequentes na região. “Algumas pessoas já relataram assaltos dentro dos ônibus, principalmente os que passam pela Chesf”, acrescenta.

As vítimas pedem a polícia que façam mais rondas na região. “A gente queria pelo menos uma viatura no percurso”, declara o supervisor.

O Cidadeverde.com tentou entrar em contato com a Polícia Militar, mas até a publicação da matéria não obteve êxito.

 

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

Imprimir