Cidadeverde.com
Geral

Greco prende 5 suspeitos de assaltos a postos de combustíveis em Teresina

Imprimir

Fotos: Lyza Freitas

O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) prendeu 5 suspeitos de praticar assaltos a postos de combustíveis de Teresina. Eles foram apresentados no final da tarde à imprensa na sede do Greco. Vários objetos foram apreendidos como cofres, armas, munições, coletes de postos de combustíveis, marretas, malas com roupas, um veículo clonado e cinco motocicletas, sendo uma delas comprovadamente roubada. Os presos foram identificados como Francisco Mardonio Cirino da Costa, Carlos Lima Araújo, Francisco das Chagas Silva Freire, Mardone Silva Freire e Javan Silva Freire.

O secretário de Segurança, Fábio Abreu, informou que além dos cinco que foram presos, mais três fazem parte da quadrilha, conforme informações dos próprios presos, e estão sendo procurados pela polícia. 

De acordo com o secretário, há um levantamento que aponta que eles teriam participado de oito assaltos a postos de combustíveis. “Realizados em sequência a gente tem a informação de que assaltaram oito escritórios de postos de combustíveis. O levantamento que temos é de que mais de 300 assaltos, somando pequenos roubos, aconteceram este ano”, afirmou.

Fábio Abreu disse também que já havia um mandado de prisão aberto em nome de um dos suspeitos presos hoje, o conhecido como “Neném”. Ela já era procurado por ter cometido crimes na região do município de Barras e Nossa Senhora dos Remédios. 

Além disso, o secretário informou que há 12 dias a Depre já testava reunindo informações e programando a ação para apreender os suspeitos. “A gente já tinha informações sobre o carro que eles estavam utilizando e através disso e a Polícia Militar junto com o Rone fez esse trabalho para chegarmos à residência onde todos os cinco foram encontrados e presos hoje”, disse.

Fábio Abreu disse ainda que os cinco são reincidentes no mundo do crime e que todos admitiram que fizeram os assaltos a bancos. Inclusive, são acusados de realizarem assaltos a empresas até em outros municípios. 

"Todos esses assaltos que foram feitos com rendição de pessoas e que foram direto ao escritórios dos postos ou de qualquer outra empresa, porque tem uma empresa envolvida também, porque há um histórico muito extenso de que a quadrilha realizou assaltos a empresa, como em Campo Maior", esclareceu.

Os criminosos vão responder por associação criminosa e roubo qualificado. Alguns cofres apreendidos foram subtraídos de alguns postos de combustíveis que foram assaltados.  

Os proprietários de postos de combustíveis situados em Teresina estiveram reunidos na segunda-feira (5) com o secretário estadual de Segurança, Fábio Abreu, onde denunciaram que uma gangue de assaltantes está atuando de forma violenta e invadindo escritórios dos estabelecimentos na capital.  

Segundo o presidente do Sindicato dos Postos de Combustíveis do Piauí, Alexandre Cavalcante, só neste ano mais de 300 assaltos a postos foram registrados em Teresina. 

Hérlon Moraes (Da Redação)
Lyza Freitas (Do Greco)
redacao@cidadeverde.com

Tags: postosGreco
Imprimir