Cidadeverde.com
Esporte

Sevilla bate Manchester United e vai às quartas da Champions após 60 anos

Imprimir

Foto: AFP

Histórico! O Sevilla não ligou para a tradição nem para a camisa e, fora de casa e com boa atuação, venceu o Manchester United, em jogo da volta das oitavas de final da Liga dos Campeões, por 2 a 1, nesta terça-feira. Este placar junta-se ao empate sem gols da Espanha e carimba a vaga do Time da Andaluzia. Ben Yedder, que saiu do banco, marcou os gols da vitória. Lukaku descontou. Após 60 anos, o Sevilla volta às quartas de final da competição. 

Ao contrário do que pregava a lógica, quem partiu para cima foi o Sevilla. Só no primeiro tempo, foram dez finalizações do time espanhol, contra seis dos ingleses. Mas essas oportunidades dos espanhóis paravam na pouca pontaria do ataque e só uma finalização foi no gol de De Gea. Além disso, os Rojiblancos ofereceram algum perigo no chute cruzado de Banega, para fora, aos 36. 

No minuto seguinte, os Red Devils responderam com Fellaini, que tabelou bem com Alexis Sánchez. Apesar de ter finalizado menos, foi  do United a melhor chance criada no jogo, até então.

Manchester volta endiabrado, mas perde  muitos gols

Isso porque o Manchester United voltou endiabrado e aos 6 Lingard girou bem e exigiu uma defesaça de Rico. Foi o suficiente para o gol dos ingleses parecer maduro. Dali em diante, foi uma verdadeira pressão dos donos da casa, que lançaram Pogba e viram Fellaini, Sánchez, Lukake e Rashford terem boas oportunidades.

Mas quem marcou mesmo foi o Sevilla, com o francês Ben Yedder. Ele entrou aos 27 e marcou um minuto depois. E não é que ele estava inspirado mesmo? Aos 32, o atacante voltou a marcar. Os Reds sentiram o golpe. Certo? Errado. 

Lukaku ainda encontrou tempo para diminuir: 2 a 1, placar que ainda obrigava o Manchester a fazer mais dois gols. Após desvio de Matic, ele teve que apenas empurrar para as redes. 

Fonte: Lance!

Imprimir