Cidadeverde.com
Política

Governador reúne bancada para discutir emendas para 2009

Imprimir
O governador Wellington Dias participou, na manhã desta terça-feira, 4, em Brasília, de uma reunião com a bancada federal do Piauí, realizada no gabinete do deputado federal Ciro Nogueira, segundo secretário da Câmara dos Deputados. Participaram da reunião os deputados federais Nazareno Fonteles, Osmar Júnior, Júlio César, Marcelo Castro, Ciro Nogueira, B. Sá, Átila Lira, Alberto Silva; e os senadores Mão Santa e João Vicente Claudino.

Durante o encontro, foram discutidas as emendas parlamentares propostas para o Orçamento Geral da União de 2009 e a eleição do novo coordenador da bancada do Piauí em Brasília. Foram nomeados o deputado Júlio César para o exercício 2009 e Marcelo Castro para 2010.
 


As emendas, que podem ser propostas pela bancada ou individualmente, prevêem uma série de obras em diversas áreas. Na Educação, as emendas se concentram na construção de pólos e núcleos da Universidade Aberta nos municípios piauienses e na aquisição de equipamentos para a área da Educação.
 
Para cada uma das duas emendas de bancada na área da Educação serão destinados R$ 20 milhões, totalizando R$ 40 milhões. Cada pólo da Universidade Aberta a ser implantado custará R$ 800 mil e cada núcleo de ensino à distância custará R$ 400 mil. A proposta do Governo é atender todos os municípios com ensino técnico ou superior.

As emendas individuais na área da Educação também se destinam a pólos da Universidade Aberta, construção de salas de aula, salas de tutores e direção, biblioteca, laboratórios, auditório para 450 lugares e equipamentos. A emenda parlamentar entra com R$ 400 mil e o Estado, com a contrapartida de R$ 400 mil.

Para os núcleos à distância, a emenda parlamentar entra com R$ 250 mil e o Estado custeia os R$ 150 mil restantes. Cada núcleo terá salas adaptadas para atender pessoas com deficiência, utilizando os métodos libras e braile. O parlamentar indica o município que será atendido e o núcleo será implantado em escolas do Estado ou do município.

Na área da Saúde, o Governo propõe emendas de bancada para obras como a modernização da Maternidade Dona Evangelina Rosa e construção de nova estrutura para abrigar o Hospital Infantil. Para o Hospital serão destinados R$ 28 milhões na estrutura e mais R$ 10 milhões na aquisição de equipamentos. Outra emenda de bancada deverá ser destinada para a reforma do HGV, prevendo R$ 10,4 milhões na estrutura e R$ 14,4 milhões em equipamentos. Outra emenda de R$ 22 milhões foi proposta para a construção da base da Fiocruz em Teresina e mais R$ 10 milhões em equipamentos.
 
As emendas parlamentares na Saúde destinam-se à construção de hospitais básicos de apoio para o Programa Saúde da Família (PSF) nos municípios. Cada hospital será equipado para realizar pequenas cirurgias, exames básicos e partos. A emenda prevê investimento de R$ 450 mil, sendo R$ 250 mil de emenda e R$ 200 mil de contrapartida do Estado. Cada hospital poderá contar ainda com um Centro de Fisioterapia Equipado, no valor de R$ 250 mil, sendo R$ 150 mil de emenda e R$ 100 mil investidos pelo Estado.

Na área do esporte, as emendas parlamentares poderão custear a construção de campos de futebol murados, gramados, com arquibancadas, vestiários, banheiros e adaptados para pessoas com deficiência, custando R$ 300 mil cada. Deste valor serão custeados R$ 150 mil pela emenda e R$ 150 mil pelo Estado.

Outra proposta da área do esporte refere-se à construção de quadras poliesportivas com cobertura para prática de várias atividades esportivas e eventos, arquibancadas, palcos, vestiários e banheiros, adaptadas para pessoas com deficiência. O custo de cada quadra é de R$ 300 mil, sendo R$ 150 mil de emenda e R$ 150 mil do Estado.

A emenda de bancada na área do esporte será destinada à reforma do Estádio Albertão, orçada em R$ 20 milhões, sendo R$ 15 milhões provenientes de emenda e R$ 5 milhões de contrapartida do Estado.
 
Entre outras obras propostas destacam-se: construção de mercados públicos com área de comercialização de hortaliças, frutas, cereais, açougue e mercearia; construção de aterros sanitários e equipamentos para coleta de lixo; unidades sanitárias, ponte sobre o Rio Poti, Pontos de Cultura, matadouros públicos, patrulha rodoviária, construção de delegacias equipadas com viatura, comunicação e computador; construção de quartéis da Polícia Militar e penitenciária equipada; construção de 100 tanques para aqüicultura, agências dos Correios equipadas com banco postal, construção de centros de convenções em Parnaíba, Picos, Floriano e São Raimundo Nonato; reforma e pavimentação de diversas estradas no Piauí, aeroportos regionais em Corrente, Paulistana, Esperantina, Luzilândia, Uruçuí, Valença e Curimatá.
Fonte: Surpi
Tags:
Imprimir