Cidadeverde.com
Geral

Gisleide Alves, mais uma vítima do feminicídio; já são 23 assassinatos

Imprimir

Três dias após o brutal assassinato de Aretha Dantas Claro chocar o Piauí, mais uma mulher foi assassinada a facadas pelo companheiro. Nessa quinta-feira(17), Gisleide Alves dos Santos, de 36 anos, foi encontrada morta dentro da própria residência, no bairro Santa Fé, na zona Sul de Teresina, por volta das 16h. Populares informaram à polícia que o casal havia se conhecido pelas redes sociais. 

Levantamento do Núcleo de Feminicídio, 23 mulheres - incluindo a morte de Gisleide - foram assassinadas somente este ano. 

O suspeito de matar Gisleide foi preso na noite de ontem(17) em uma barreira na PI-130, saída para Nazária. Ele foi identificado como Samuel Lucas e tinha recentemente chegado de São Paulo(SP).

O capitão Gerson Santana, da Companhia Independente do Promorar, informou que o filho da vítima estranhou a ausência da mãe. Ele, que tem 19 anos, foi quem encontrou a mãe morta.

“A primeira informação que nós temos é de que o filho subiu na residência e eu ao chegar no quarto encontrou ela morta. Ele repassou que a vítima convivia com o suspeito e ele falava ser de Ribeirão Preto(SP)”, disse o policial. 

“A informação que também temos é de que eles não moravam juntos, mas que foi visto já com ela na residência e que teriam se conhecido por uma rede social”, acrescentou o capitão Gerson Santana. 

Um morador da região disse ao Cidadeverde.com que eles já tinham uma relação, mas que o casal se separou porque Samuel Lucas teria ido embora para São Paulo. Ele retornou a Teresina há cerca de 20 dias, momento em que eles voltaram a se encontrar.



Carlienne Carpaso 
redacao@cidadeverde.com

Imprimir