Cidadeverde.com
Política

Prefeito de Teresina decreta situação de emergência por falta de combustíveis

Imprimir

Foto: PMT

Atualizada às 20h01

O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), decretou situação de emergência no município após reunião no final da tarde deste domingo (27). Também foi criado um comitê de gerenciamento de crise no gabinete do gestor, no Palácio da Cidade. O motivo é a crise provocada pela falta de combustíveis em meio a greve dos caminhoneiros. 

Firmino Filho informou que os esforços serão concentrados para garantir a manuntenção dos serviços essenciais para a população a partir desta segunda-feira (28), como saúde, educação, coleta de lixo e transporte público.

Por conta da falta de combustível, só metade da frota do transporte coletivo deve circular. A prefeitura autorizou a circulação do transporte alternativo. Veículos particulares poderão ser cadastrados na Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) - avenida Pedro Freitas 1227, bairro Vermelha, zona Sul.

O comitê criado pelo prefeito vai propor ou adotar medidas para a manutenção dos serviços essenciais, sejam ações administrativas, preventivas ou até judiciais. 

A procuradora do município, Geórgia Nunes, explicou como o comitê atuará.

“Também será realizado o monitoramento de toda a situação de abastecimento de combustível e de gêneros de primeira necessidade, e a realização dos serviços essenciais. Se for o caso, vamos propor a adoção de medidas mais graves ou mesmo a revogação da situação de emergência”. 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Imprimir