Cidadeverde.com
Política

No Senado, José Amauri não descarta uma candidatura futura

Imprimir

O empresário José Aumari (Podemos) assumiu o Senado Federal nesta terça-feira (10). Ele assume a vaga no lugar do senador Elmano Férrer (Podemos), que pediu licença de 121 dias. Em entrevista à Cidade Verde, Amauri não descarta a possibilidade de ser candidato a um cargo público no futuro.

 “Eu assumi o Senado e quando se assume um cargo público é preciso se dedicar totalmente. Isso quem vai dizer é o povo. Se houver necessidade, se eu perceber que terá oportunidade para conversar com as pessoas e elas queiram que eu prossiga com alguma coisa estamos na chuva para se molhar”, declarou. 

Sobre o trabalho no Senado, ele afirma que vai manter a mesma linha de atuação do senador Elmano Férrer. “Vamos agilizar para que no período que estou aqui às coisas possam fluir com mais fluidez. O Elmano me pediu para que possa cuidar com carinho do Piauí”, declarou.

Amauri afirma que já conversou com a senadora Regina Sousa (PT) e Ciro Nogueira (PP). “Conversei com a senadora Regina e Ciro Nogueira. São pessoas trabalhando pelo Piauí. Vou me juntar a eles e defender com muito afinco o que for de bom para o Piauí. Tenho acompanhado e darei andamento a tudo que ele deixou aqui para que os projetos saiam com maior prazo e brevidade possível”, destacou.

José Amauri Pereira de Araújo é empresário e industrial, natural de Taquaritinga do Norte (PE). Ele ocupa uma das vagas do Piauí no Conselho de Representantes da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Amauri se elegeu primeiro suplente de Elmano Férrer em 2014 e também detém a segunda suplência do senador Ciro Nogueira (PP-PI), para a qual foi eleito em 2010. No entanto, não chegou a assumir o mandato nenhuma vez.

 

Lídia Brito
lidiabrito|@cidadeverde.com 

 

 

Imprimir