Cidadeverde.com
Geral

Aplicativo Salve Maria ganha maior prêmio nacional do setor público

Imprimir

Foto: Reprodução 

O aplicativo Salve Maria, criado pelo governo do Piauí, ganhou o Prêmio Excelência em Governo Eletrônico – e-Gov 2018, na categoria E-Serviços. É o segundo ano consecutivo que o estado ganha o prêmio nacional, desta vez com uma solução tecnológica focada na Segurança Pública.

A premiação, de acordo com o governo do estado, é considerada a maior do Brasil na área de tecnologia no setor público e outras seis categorias também foram premiadas. O aplicativo, conforme a Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (ABEP-TIC), concorreu com outras 130 propostas do Brasil. Além disso, o Salve Maria ainda está disputando o prêmio principal de R$ 10 mil.

Foram analisados critérios como ineditismo, democratização do acesso, qualidade técnica, segurança e privacidade. O diretor da Agência de Tecnologia do Estado, Avelyno Medeiros, diz que a premiação é um reconhecimento da capacidade do estado em inovar. “Demonstra nossa capacidade de oferecer serviços públicos inéditos e eficazes que contribuem para a segurança pública, nesse caso especialmente, no combate a um crime covarde, que é a violência contra as mulheres”. 

O diretor acrescentou que “ao mesmo tempo demonstra mais uma vez que o setor de ATI do Piauí se equipara ao de qualquer estado e, nesse projeto específico, isso está comprovado através da equipe técnica da Agência, que desenvolveu o app em apenas 90 dias por meio de parceria com a equipe da delegada Eugênia Villa, da Secretaria de Segurança”.

O Salve Maria
O Salve Maria é uma ferramenta gratuita e de fácil manuseio. É um dispositivo que tanto a vítima como qualquer cidadão que tiver conhecimento de algum caso de agressão à mulher deve usar. Esta ferramenta pode até mesmo evitar feminicídios, crime letal geralmente praticado por parceiros e ex-parceiros das vítimas. O app está disponível para download na plataforma Play Store (para sistema Android) e conta com duas opções de denúncia, sendo uma o botão do pânico, que deve ser utilizado pela vítima da agressão.

Ao acionar este botão, o aplicativo emite um alerta à Central de Polícia com a localização da denunciante, possibilitando que a viatura policial mais próxima do local possa atender o caso. O segundo botão pode ser usado por qualquer pessoa, sendo possível preencher um formulário simples com dados do agressor, da vítima, endereço e ainda anexar arquivos de áudio, vídeo e imagem. O processo de denúncia é sigiloso nas duas opções.

Modelos para outros estados
O Salve Maria tem tanta repercussão positiva que outros estados demonstram interesse em adotá-los. Avelyno informou que há duas semanas foi firmado um acordo de cooperação técnica para que a tecnologia seja doada ao Maranhão. Também, conforme Avelyno, já há entendimentos para que o mesmo procedimento seja feito com o estado do Acre.

Além disso, o diretor lembrou que um encaminhamento da senadora Regina Sousa (PT) foi feito ao Senado para transformar o aplicativo em um política pública com a proposta de que seja implantada em todo o país.

Prêmio e-Gov
Entregue anualmente desde 2002, o Prêmio e-Gov foi criado pela ABEP em parceria com o Ministéiro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, tendo como finalidade reconhecer e incentivar o desenvolvimento de soluções de governo eletrônico nas administrações públicas federais, estaduais e municipais.

O resultado oficial do prêmio principal ao qual o Salve Maria concorre será anunciado durante a abertura do 46º Seminário Nacional de TIC para a Gestão Pública – SECOP, que será realizado de 8 a 10 de agosto em Florianópolis. Vencerá a proposta que obtiver maior pontuação.  

Em 2017, o estado foi o grande campeão com o sistema MobiEduca, tecnologia implantada na rede de Educação do Estado para combater a evasão escolar.

Lyza Freitas (Com informações ATI-PI)
redacao@cidadeverde.com

Imprimir