Cidadeverde.com
Esporte

Após acidente, piloto da Indy passa por cirurgia na coluna e está estável

Imprimir

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS)

Depois do grave acidente na Fórmula Indy no último domingo (19), durante as 500 Milhas de Pocono, o piloto Robert Wickens foi submetido a uma cirurgia na coluna na última segunda-feira. Segundo a equipe do competidor, o procedimento foi bem-sucedido.

"O piloto passou por uma cirurgia na segunda-feira (20) para estabilizar uma fratura na coluna vertebral associada à lesão na medula espinhal. Hastes e parafusos de titânio foram colocados com sucesso e sem complicações na medula espinhal de Wickens", detalhou a equipe Schmidt Peterson.

Ainda de acordo com a equipe de Wickens, ainda não é possível saber sobre a gravidade da lesão na coluna e o piloto ainda passará por outras cirurgias.

"A gravidade da lesão na medula espinhal ainda é indeterminada neste momento. Espera-se que ele passe por mais cirurgias para tratar as fraturas nas pernas e no antebraço direito. Ele está em condição estável", finalizou a Schmidt Peterson no comunicado.

Além das lesões na coluna, Wickens sofreu fraturas nas duas pernas e no antebraço direito, além de ter ferido o pulmão.

O acidente ocorreu logo no começo das 500 Milhas de Pocono. Após a relargada da corrida, na nona volta, Wickens tocou no carro de Ryan Hunter-Reay, saiu do chão em alta velocidade e se chocou contra a grade de proteção do circuito. O carro ficou destruído no acidente.

O circuito de Pocono é o mesmo em que ocorreu o acidente que matou o piloto inglês Justin Wilson em 2015. Na ocasião, Wilson foi atingido na cabeça pelo pedaço de outro carro e perdeu a direção, colidindo contra o muro. Ele morreria um dia depois.

 

Imprimir