Cidadeverde.com
Política

Candidato ao Senado promete reforçar combate ao feminicídio

Imprimir

O candidato Lafayette Andrade (DC) promete ser voz ativa no combate ao feminicídio, caso seja eleito a uma das vagas no Senado Federal. O advogado disse também que pretender dar continuidade ao projeto de lei, batizado Gabriela Leite, que regulamenta a atividade dos profissionais do sexo.

"Nesse foco do feminicídio, essa lei regulamenta e protege uma das mais antigas profissões do mundo, que é a prostituição, o sexo pago. Eu continuarei lutando para que as mulheres, principalmente, as mais frágeis. Nós temos que proteger as mulheres em seu ambiente de trabalho, em remuneração igual e contra a violência velada dentro do lar, onde ela silenciosamente sofre e chora nas mãos de verdadeiros algozes", disse o advogado. 

Em entrevista ao Notícia da Manhã, o candidato disse que atuará em prol das categorias menos amparadas pelo Estado e propôs o enrijecimento das leis licitatórias e punições rígidas aos transgressores. 

"Proponho também penalidades mais rígidas porque quem subtrai a merenda das crianças, o direito ao livro escolar, o direito ao transporte do aluno, não merece o acolhimento junto a população [...] uma pessoa que proporciona uma morte lenta e gradual de quem não tem a merenda, ao livro escolar e ao medicamento permanente. Então, essas pessoas são verdadeiros trucidadores da população", propôs Andrade. 

"Legislarei em prol do enrijecimento das leis licitatórias e da punição àqueles que transgridem os ditames legais quanto a licitação pois não se admite que o nosso Estado esteja hoje nos noticiários levando uma grande facada, como Bolsonaro levou na barriga, o Piauí leva hoje mais um facada nos cofres públicos que foram durante os últimos anos assacados, tripudiados, deixando o Piauí à mercê de inúmeros esqueletos, inúmeras obras abandonadas e seus cofres esvaziados em detrimento mde tanta necessidade que o nosso povo tem", completou o candidato do DC.

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Imprimir