Cidadeverde.com
Últimas

HUT atendeu 4 mil pacientes vítimas de queda em 2018

Imprimir

Um relatório emitido pelo setor de estatística do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) revelou que somente esse ano foram atendidas 4.331 pessoas vítimas de queda. Somente as quedas do mesmo nível foram 2.910 atendimentos. Se comparado com o mesmo período do ano passado, esses dados representam um aumento de 17% e 31%, respectivamente. De acordo com o Dr. Gilberto Albuquerque, diretor geral do HUT, dentre os tipos de quedas que o Hospital atende, quase 70% são vítimas de queda do mesmo nível e mais de 60% são idosos e crianças.

“Os idosos e as crianças necessitam de mais atenção, pois qualquer descuido pode resultar em acidentes graves com fraturas e traumatismos cranianos. Dentre as crianças as quedas mais comuns são de rede, cama, árvores ou muros. E os idosos geralmente caem em casa realizando atividades domésticas ou durante o banho”, explicou o diretor.

Este ano o HUT já atendeu 1.222 idosos, acima de 60 anos, vítimas de queda. Somente queda do mesmo nível foram 998 atendimentos. Com relação as crianças, de 0 a 14 anos, foram realizados 1.280 atendimentos, também vítimas de queda, sendo que 778 foram de quedas do mesmo nível e 125 de quedas de leito ou rede, entre outros tipos de quedas.

De acordo com o gerente da Clínica Ortopédica do HUT, Dr. Osvaldo Mendes, é comum esses pacientes apresentarem fraturas, principalmente, os idosos. “Os idosos quando caem, geralmente, por conta da idade fraturam algum membro. Recebemos muitas fraturas de fêmur que são procedimentos de alta complexidade que necessitam de um tratamento bastante prolongado”, explicou o gerente.

Maria da Conceição, 67 anos, é uma das vítimas de queda que deram entrada no HUT no último mês. Ela contou que por conta da dificuldade de locomoção necessita de ajuda para atividades básicas do dia a dia e que tropeçou em uma mobília que estava fora do lugar. “Fui sair da sala para cozinha e não observei que uma cadeira estava fora do lugar. Tentei desviar, tropecei e terminei desequilibrando e caindo. Fraturei o fêmur e já estou me recuperando. Agora é só ter mais cuidado!”, observou Maria.

Este ano, o HUT já realizou 36.891 atendimentos e realizou 9.296 cirurgias. As cirurgias ortopédicas representam mais de 60% desse total. A maioria desses pacientes são vítimas de queda ou acidentes de trânsito.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Tags: HUTqueda
Imprimir