Cidadeverde.com
Cidades

Secretários de Saúde e reivindicam melhorias para Hospitais de Corrente e Bom Jesus

Imprimir

O Secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, participou na manhã de terça-feira (2) de uma reunião com  Secretários Municipais de Saúde do Extremo-Sul do estado, realizada no município de Corrente, convocada inicialmente pela presidente da Comissão Intergestora Regional (CIR), Cledja Moreno Benvindo, no mês anterior, quando aconteceu a primeira reunião. Gestores da saúde de 8 municípios e a diretora do Hospital Regional de Corrente, Lindaura Cavalcanti, participaram do encontro.

Coordenada pela presidente do COSEMS/PI, Leopoldina Cipriano, a reunião teve como principal objetivo apresentar aos secretários municipais as medidas adotadas pela SESAPI após a apresentação ao secretário Florentino as demandas mais urgentes para melhoria no atendimento em saúde nos dois hospitais regionais na reunião do último mês. O gestor elencou uma série de medidas adotadas pela SESAPI, em resposta às solicitações feitas.

Primeiramente, o secretário destacou a implantação da Sala de Estabilização no Hospital Regional de Corrente, no Hospital de Curimatá e a ampliação do serviço no Hospital Regional de Bom Jesus, assim como a implantação do serviço de ortopedia em Bom Jesus, a presença diária de um anestesiologista. “Isso foi fruto do diálogo com os prefeitos”, pontuou o secretário.

Sobre o Centro de Especialidades em Bom Jesus, o Florentino Neto ressaltou que no dia 11 de outubro acontecerá uma reunião na reitoria da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), com a participação do reitor da universidade, o diretor do Centro de Saúde da UESPI, que engloba os cursos de Medicina, Fisioterapia e afins; o diretor do Hospital Getúlio Vargas, o diretor do Hospital Regional de Bom Jesus e a diretora do Hospital Regional de Corrente, a presidente do Cosems/PI e a presidente da CIR, para discutir a parceria da SESAPI com a UESPI para colocar em funcionamento o Centro de Especialidades no Hospital Regional de Bom Jesus. “Será utilizado o prédio da UPA para colocar o Centro em funcionamento”, colocou.

O gestor colocou ainda que tem conhecimento da necessidade da contratação de um anestesiologista para o Hospital Regional de Corrente, para que as cirurgias eletivas não sejam realizadas apenas às terças-feiras, como funciona atualmente. “Saímos com o compromisso de ampliar o plantão do anestesiologista em Corrente”, frisou o secretário.

O secretário informou ainda que a SESAPI tem um convenio com a prefeitura de Bom Jesus para a implantação de um Centro Especializado em Saúde da Mulher, cuja obra se encontra em andamento. O secretário assumiu o compromisso de sentar com a secretária de saúde de Bom Jesus, Cosems e prefeito, para que se dê celeridade na obra. “Minha preocupação é que se oferte o quanto antes os serviços do centro especializado às mulheres de todo o Território, e esse centro ofertará uma série de soluções que dizem respeito à saúde da mulher, uma grande reivindicação de toda a região”, colocou.

Outra questão levantada pelo gestor foi a construção de um consórcio de saúde na região Extremo-Sul. “Minha sugestão é que seja feito um consórcio como forma de fortalecimento da área da saúde e a solução de uma série de problemas aqui na região, se todos forem favoráveis nós implantaremos. O transporte inter-hospitalar, por exemplo, eu não vejo outra solução senão a SESAPI adquirir pelo menos três ambulâncias e colocar à disposição do consórcio para ser gerido em benefício de todos os municípios, o que é uma reivindicação de absolutamente todos os gestores à SESAPI”, ressaltou.

A demora na elaboração dos laudos de ultrassonografias e mamografias também foi debatido, e o secretário assumiu o compromisso de que, nos próximos dias, apresentar uma solução. “Há uma série de burocracias a serem cumpridas, mas nós vamos encontrar uma solução para diminuir o prazo para no máximo 15 dias a emissão dos laudos, incluindo das radiografias”.

Sobre a possibilidade da visita da carreta da saúde de especialidades femininas,  “A licitação deu frustrada, mas nós realizaremos novo processo até que se viabilize o funcionamento da carreta, que percorrerá todos os territórios do Piauí, indistintamente”.

A questão dos leitos psiquiátricos na região extremo-sul foi amplamente debatido, pois não há leitos destinados à essa especialidade nos hospitais na região, sendo o maior motivo o não atendimento aos parâmetros do SUS de que haja pelo menos 50 leitos disponíveis no município para receber os recursos, número não alcançado pelo Hospital Regional de Corrente.

Por fim, o secretário também assumiu o compromisso de realizar novos mutirões de cirurgias especializadas, sob apresentação da demanda por parte dos gestores dos municípios. 

"Eu estou extremamente satisfeito com o que tem sido construído com COSEMS e as secretarias municipais de saúde, porque através do diálogo nós tomamos conhecimento das reais necessidades do território e apresentamos soluções pontuais para a melhoria do serviço de saúde à população”, destacou Florentino.

Após o encontro com o secretário, os secretários municipais de saúde estabeleceram a quantidade necessária para cada município para a realização do exame de mamografia no Hospital Regional de Corrente no mês de outubro, mês de realização da campanha de conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e de colo do útero.

A próxima reunião com o Secretário Florentino Neto está prevista para acontecer no mês de novembro.

Fonte: portal corrente

Imprimir