Cidadeverde.com
Geral

Crianças alertam sobre os riscos do uso do celular no trânsito

Imprimir

Foto: Ascom 

“Atendeu o celular no trânsito, desligou a vida”. Foi esta a mensagem repassada por crianças do Projeto Samuzinho aos motoristas que paravam em semáforo na Av. Higino Cunha, durante blitz educativa, ocorrida nesta terça-feira (09). A ação foi coordenada pelo Centro Integrado de Reabilitação (CEIR), por meio da Campanha ‘Neuro em Ação’ que se estende até o dia 11 de outubro de 2018 e visou alertar sobre os riscos dessa prática comum no trânsito.

Segundo Benjamin Pessoa, presidente do CEIR, o objetivo da campanha é contribuir com a preservação da saúde e da vida:“O número de acidentes aumentou porque o celular tira a atenção do motorista no trânsito e, muitas vezes, ainda se associa a ingestão de álcool e excesso de velocidade, o que chamamos de tríade mortífera. Nós estamos fazendo essas atividades educativas para preservar o principal da capital do estado do Piauí: que é o piauiense, é o ser humano”, afirma.

Segundo Samyra Motta, gerente de educação de trânsito da Strans que esteve no local do evento, a população tem que se conscientizar que o trânsito requer plena atenção dos  motoristas: “Os dois segundos que você passa no celular ao volante, acaba percorrendo um grande espaço, sem olhar para a via. Isso é perigoso, é uma infração, que pode causar acidente com vítimas fatais ou com sequelas, porque o trânsito demanda muita atenção”, conta.

Para Elisângela de Jesus, instrutora do Projeto Samuzinho, a educação é essencial no gerenciamento do trânsito seguro: “Com esta blitz, estamos cumprindo com o nosso papel social: as crianças do Samuzinho chamam mais atenção dos motoristas, elas também cobram a boa postura dos pais e, ainda, criam consciência sobre educação no trânsito desde pequenos. A gente está plantando essa sementinha, que vai virar uma árvore com bons frutos”, afirma.


Samu atendeu 5 mil vítimas de acidentes esse ano

De acordo com o sistema 192 do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Teresina, as equipes de socorristas já atenderam 4.876 pessoas vítimas de acidentes de trânsito na capital piauiense (zona urbana e zona rural), entre os meses de janeiro e setembro de 2018. Desse total, 75% eram do sexo masculino, 50% tinham idade compreendida entre 20 e 34 anos e a maioria dos acidentes aconteceu durante as sextas-feiras, sábados e domingos.

 

Da redação
redacao@cidadeverde.com 

Imprimir