Cidadeverde.com
Geral

Previsão é que chuvas diminuam e período chuvoso comece em janeiro

Imprimir

A meteorologia prevê que as chuvas pontuais dos últimos dias no Piauí, e também em Teresina, tendam a diminuir. Nesta quinta-feira (18), o climatologista Hérton Costa explicou que a ocorrência dessas pancadas representam um fenômeno isolado, e não adiantamento do início do período chuvoso no estado, cuja previsão é de início em janeiro e término em maio.

De acordo com o climatologista e professor da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) em entrevista ao Jornal do Piauí de hoje, o início das chuvas oficialmente começa em novembro, a partir do Sul do estado, mas se chama pré-estação em função das condições de chuvas espaçadas e pancadas isoladas. Ele afirma que não deve chover de forma generalizada agora a partir de outubro, que em alguma cidade ou outra deve haver uma chuva intensa e rápida e que a tendência é que aconteçam em menores quantidades.  

“Trata-se de um fenômeno pontual, esporádico. As meteorologias nacional e estadual já informaram que foram resultantes da atuação de sistemas com a alta da Bolívia com uma região de baixa pressão da na altura do Paraguai e uma frente fria que atingiu o sul na Bahia. De certa forma nós tivemos uma condição muito similar que chamamos de pré-estação”, esclareceu Werton Costa. 

Foi o que aconteceu agora em outubro, conforme o climatologista, porém com um gradiente a mais. “Ou seja, tivemos núcleos os células de tempestades em praticamente todas as mesmas regiões no Norte, Centro-norte, Sudoeste e Sudeste e nuvens com volumes bem expressivos, mostrando que esses sistemas realmente estavam muito vigorosos”. 

Werton Cosata explicou ainda que esse sistema já enfraqueceu, perdeu parte da sua energia e que a tendência nesse final de semana é das chuvas ficarem mais focadas no sul do estado, especificamente na faixa cerraneira e parte do sertão. 

Período chuvoso no PI
O professor lembra que já começa a se sentir pancadas isoladas em dezembro, mas a estação chuvosa no estado se configura mesmo entre janeiro e maio, quando o principal sistema motor da chuva em Teresina, que é a zona de convergência intertropical, passa a atuar no Nordeste.

 Foto: Arquivo/ Cidadeverde.com

Lyza Freitas
redacao@cidadeverde.com

Imprimir