Cidadeverde.com
Últimas

Em poucas horas, operação da PRF já registra mortes e prisão no Piauí

Imprimir

O feriado prolongado neste final de semana começou com dados assustadores. Logo nas primeiras horas de operação nas rodovias federais no Piauí, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) já registrou três acidentes com dois feridos e duas mortes. A PRF está com 200 policiais atuando nesta operação, que será encerrada às 23h59 de domingo (18). 

Os acidentes ocorreram nas cidades de Teresina, Piripiri e Floriano.  O boletim parcial foi divulgado pela PRF por voltadas 15 horas desta quinta-feira (15). 

Os dados informados pelo inspetor Jean Paiva também contabilizou que três pessoas foram multadas por alcoolemia e, dessas, uma foi presa.
Em entrevista ao Jornal do Piauí, o inspetor ressaltou que o maior fluxo de veículos está em direção ao litoral piauiense. A fiscalização está mais concentrada neste trecho.

Paiva recomenda que os condutores tenham mais prudência no trânsito. Ele comentou que as rodovias estão em bom estado de conservação, com exceção da BR 135, que requer uma maior atenção. 

"Nós sabemos que mais de 95% dos acidentes são causados pela conduta inadequada de quem está ao volante. O excesso de velocidade é a infração que mais temos observado nos últimos tempos. Na verdade, essa é uma infração que sempre existiu, mas nós não tínhamos radares, mas agora temos e estamos intensificando essa fiscalização".  

Paiva acrescenta que o excesso de velocidade, na maioria das vezes, está alinhada a ultrapassagem indevida (faixa continua, acostamento). Essa combinação pode levar a ocorrência de graves acidentes.  Os condutores também estão sujeitos ao pagamento de multas e contagem de pontos na Carteira Nacional de Habilitação. 


Imagem:divulgação/PRF

Recomendação da PRF

• Planejamento da viagem – O motorista deve se informar sobre as distâncias que vai percorrer, condições do tempo, pontos de parada, existência de postos de combustíveis e de restaurantes à beira da estrada. Não esquecer documentação pessoal e do veículo.

• Revisão preventiva – Providenciar a checagem do automóvel mesmo para pequenas viagens. Faróis acesos para ver e ser visto; pneus calibrados e em bom estado; motor revisado, com óleo e nível da água do radiador em dia. Não esquecer de verificar a presença e estado dos equipamentos de porte obrigatório, principalmente pneu estepe, macaco, triângulo e chave de roda, além dos limpadores de parabrisa e luzes do veículo;

• Pausas para descanso – O condutor deve programar paradas a cada 3 horas. Quem se expõe a muitas horas dirigindo fica sujeito ao fenômeno da "hipnose rodoviária", na qual se mantém de olhos abertos, mas sem percepção da realidade à sua volta. Ela vem acompanhada de sonolência, perda de reflexos e de força motora;

• Previsão do tempo – Procurar se informar sobre as condições do tempo nos lugares por onde vai passar. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) disponibiliza gratuitamente informações sobre o clima no endereço www.inmet.gov.br;

• Atenção redobrada – Observar as placas que indicam os limites de velocidade e as condições de ultrapassagem. Elas não foram colocadas naquele ponto da estrada sem motivo. Nos trechos em obras, o motorista deve reduzir a velocidade e obedecer a sinalização local.

• Descanso – Durma bem antes de qualquer viagem de automóvel. O sono e o cansaço são grandes inimigos de uma viagem segura.

• Cinto de segurança –  Use sempre o cinto de segurança, este equipamento é obrigatório para todos os ocupantes do veículo.
Em caso de emergência, ligue 191.

 

Carlienne Carpaso
Com informações da PRF
carliene@cidadeverde.com 

Imprimir