Cidadeverde.com
Viver Bem

Pesquisas mostram relação entre depressão e infertilidade

Imprimir

Foto: Marcos Santos / USP Imagens

Algumas pessoas com infertilidade ficam deprimidas. Uma pesquisa de 2015 encontrou uma alta prevalência de transtorno depressivo em pessoas que estavam recebendo tratamento para infertilidade. Não engravidar depois de tentar por um período prolongado pode ser profundamente decepcionante e frustrante, especialmente sem o apoio dos entes queridos.

Uma outra pesquisa de 2010 descobriu que a depressão pode impedir as pessoas de procurar tratamento para a infertilidade. Embora muitas pessoas com esse problema possam ter um filho após o tratamento, como a fertilização in vitro (FIV), a ansiedade sobre se o tratamento irá funcionar também pode prejudicar a saúde mental dela.

Algumas das razões pelas quais as pessoas com infertilidade lutam contra a depressão incluem: estresse, condições médicas como a Síndrome do ovário policístico, os desafios emocionais e físicos do tratamento e seus efeitos colaterais.

Não é raro sentir-se triste ou deprimido ocasionalmente, no entanto, quando esses sentimentos persistem com o tempo e afetam a qualidade de vida de uma pessoa, elas podem estar sofrendo de depressão.

Aquelas com infertilidade que sofrem de depressão devem procurar tratamento para ambas as condições. Embora esse quadro possa ser a causa da depressão, é essencial tratar também os problemas de saúde mental. Para a maioria das pessoas, a medicação e a terapia juntas oferecem os melhores resultados de tratamento. Um estilo de vida saudável, como comer uma dieta nutritiva e fazer exercícios regularmente, também é importante.

 

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir