Cidadeverde.com
Geral

Defensoria Pública integra Rede de Promoção dos Direitos Humanos do Piauí

Imprimir

A defensora publica geral do Estado do Piauí, Hildeth Evangelista, participou, nessa segunda-feira (10), da solenidade de assinatura do acordo de cooperação técnica entre diversos órgãos e entidades do Estado para a formação de uma Rede de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos (Rede DH-Piauí), da qual a Defensoria Pública do Piauí faz parte. A cerimônia ocorreu no Palácio de Karnak com a presença do governador do Estado, Wellington Dias, no Dia Internacional da Declaração dos Direitos Humanos, que completa 70 anos.

A assinatura do acordo contou com a presença de representantes do Ministério Público do Estado do Piauí (MPE-PI), Secretaria de Estado da Educação (Seduc-PI), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Seccional Piauí, Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-PI), Secretaria de Estado da Justiça (Sejus-PI), Secretaria de Estado da Assistência Social e Cidadania (Sasc-PI), Universidade Federal do Piauí (UFPI), Universidade Estadual do Piauí (Uespi), Instituto Federal de Educação (IFPI), Defensoria Pública do Estado do Piauí (DPE-PI), Defensoria Pública da União (DPU), Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid), Coordenadoria Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres (CEPM-PI), Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI), Conselho Regional de Psicologia (CRP-PI) e Conselho Regional de Serviço Social (Cress-PI).

“É uma das nossas missões, a promoção dos Direitos Humanos, e nós somos porta de acesso.  Muitas vezes as pessoas que estão sem saúde, sem educação, privadas da liberdade de forma indevida, têm esse acesso imediato com a Defensoria. Então, nós nos consideramos como esse instrumento de transformação social e somos parceiros e atuantes na promoção desses direitos", enfatizou Hildeth Evangelista.

Além da assinatura do termo, foram empossados os novos membros do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos, respectivo ao biênio 2019-2020. O termo de posse foi assinado pela representante do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos, Marinalva Santana, do grupo Matizes.

“Foi muito importante a formalização, a composição inicial do conselho em uma data tão especial, dia 10 de dezembro, 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, e a Defensoria Pública tem em uma de suas missões a Defesa dos Direitos Humanos e nós nos sentimos muito honrados de fazer parte deste conselho, onde importantes decisões serão deliberadas para proteger e promover os Direitos Humanos no Estado do Piauí”, enfatizou o defensor público Sílvio César Queiroz Costa, titular da 1ª Defensoria Pública Criminal, integrante do conselho.

Da redação
redacao@cidadeverde.com

Imprimir