Cidadeverde.com
Geral

Jornalistas e escritoras criam nova associação no estado do Piauí

Imprimir

A Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil terá uma seccional no estado a partir deste mês. A solenidade de posse acontecerá na Academia Piauiense de Letras nesta terça-feira (11), a partir das 19h.  

A Ajeb-Piauí tem a composição inicial das seguintes mulheres na fundação da Diretoria:
Presidente-Coordenadora Jasmine Malta 
1° Vice Presidente-Coordenadora Dani Marques 
2° Vice Presidente-Coordenadora Dina Magalhães 
1° Secretária Lorena Nery Borges;
2° Secretária Laís Romero 
Diretora de comunicação Marleide Lins 
Tesoureira Alzerina Pinho 

Reflexão da escritora Marleide Lins, que é diretora de Comunicação da entidade.

Sobre os tempos turvos, iguais aos que estamos vivenciando, bem frisou Simone de Beauvoir, “basta uma crise política, econômica e religiosa para que os direitos das mulheres sejam questionados”. Para o próximo ano, a considerar a atual conjuntura política, maiores retrocessos e grandes desafios se apresentarão ao país, especialmente, para as mulheres.

Todos os segmentos sociais precisam se fortalecer para sair da invisibilidade e da descrença que lhes são e serão impostas. Nós, mulheres, escritoras e jornalistas, ocuparemos o nosso espaço, nosso lugar de fala e resistência.  Entre outras estratégias, usamos a palavra como arma e escudo. 

Tendo a escritora Amélia Beviláqua como patronesse, hoje, dia 11 de dezembro, às 19, na Academia Piauiense de Letras, será realizada a cerimônia de fundação da Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil – AJEB, coordenadoria Piauí. A formação da diretoria apresenta nomes de mulheres que atuam, cotidianamente, nas letras e na comunicação: Jasmine Malta, Presidente, empossada no Encontro Nacional da AJEB/2018, em Fortaleza; Dani Marques, primeira Vice-Presidente; Dina Magalhães, segunda Vice-Presidente; Lorena Nery, primeira Secretária; Laís Romero, segunda Secretária e Marleide Lins de Albuquerque, Diretora de Comunicação.

Sobre a AJEB: “Em 1969, a Associación de Periodists Y Escritoras de México, sob a Presidência de Gloria Salas de Calderón, convocou uma primeira Reunión Mundial de Periodistas Y Escritoras, na qual as convidadas, seguindo um temário, apresentaram trabalhos sobre diferentes aspectos de suas profissões. Compareceram representantes de 37 países dos cinco continentes, entre eles, Estados Unidos, Inglaterra, União Soviética, França, Itália e de quase todas as repúblicas latino-americanas, inclusive o Brasil. Ao fim do encontro, estabelecidos os Estatutos em plenário, por unanimidade, foi fundada a Associación Mundial de Mujeres Periodistas e Escritoras – AMMPE. Cada Delegada designada para representar seu país teve a incumbência de, ao regressar, fundar uma filial da AMMPE. A Hellê Vellozo Fernandes, jornalista e escritora, coube a honrosa obrigação com referência ao Brasil – da qual era a única participante. Assim, em 08 de abril de 1970, em Curitiba, Paraná, foi fundada a Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil – AJEB.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Imprimir