Cidadeverde.com
Geral

Servidores reclamam da falta de urgência em pediatria pelo Iaspi Saúde

Imprimir

Servidores denunciam que o atendimento de urgência em pediatria pelo Iaspi Saúde está suspenso por, pelo menos, um mês. A última denúncia recebida pelo Cidadeverde.com ocorreu na manhã desta segunda-feira (17).
 
Um servidor identificado apenas como Miguel precisou levar a filha de quatro anos para urgência, mas apenas conseguiu atendimento em um hospital público de Teresina.

“Ontem à tarde minha filha teve um corte na testa e nenhuma urgência particular pelo Iaspi atendeu. Precisei levar para um (hospital) público e levou três pontos. Isso é um absurdo porque a gente tem o desconto todo mês e o valor depende da quantidade de uso, é pelo menos R$ 100 por mês devido à co-participação”, denunciou o servidor.

Em contato com o Iaspi Saúde, o Cidadeverde.com recebeu a informação de que o atendimento de urgência em pediatria está descoberto e um novo acordo está sendo fechado com um hospital particular. A expectativa é de que o serviço de urgência em pediatria seja normalizado nesta semana. 

Os hospitais já estão credenciados com o Iaspi Saúde, mas é preciso fechar um acordo para o atendimento de urgência em pediatria. 

O Iaspi Saúde ressaltou que a dificuldade em fechar um acordo é porque a maioria dos hospitais alega falta de estrutura ou de médicos para atender a pediatra em específico.

Em teste, o Cidadeverde.com ligou para o Hospital São Pedro, Hospital São Marcos e Hospital São Paulo; as atendentes em cada um deles relataram que os estabelecimentos não possuem atendimento de urgência em pediatria. O Protomed Infantil relatou que tem o atendimento de urgência, mas, no momento, não possui convênio com o Iaspi neste serviço. 

 

Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com  

Imprimir