Cidadeverde.com
Geral

Governador testa simulador de voo e inaugura Museu da Natureza

Imprimir

 

O governador Wellington Dias utilizou um simulador de voo de asa delta na inauguração do Museu da Natureza em São Raimundo Nonato. A região que abriga a maior concentração de sítios arqueológicos do país abriu, nesta terça-feira (18), as portas do novo complexo. Localizado no Parque Nacional Serra da Capivara, município de Coronel José Dias, o complexo cultural reúne conteúdo histórico que remete da criação do universo até o surgimento da raça humana e seus impactos no meio ambiente.

Com uma estrutura arquitetônica em formato de caracol, o espaço conta com exposição de fósseis encontrados na região. São exemplares materiais e virtuais de preguiças gigantes, ursos e outros seres dentre eles de dinossauros e animais da megafauna organizados em ordem cronológica, que passam uma noção real de como era a vida nos primórdios. 

O governador Wellington Dias acredita que o Museu da Natureza reforça o potencial turístico e econômico da região. “É um patrimônio do mundo que cada vez mais será descoberto pelos piauienses, pelos brasileiros e por pessoas de outros continentes. Estamos colocando em apreciação do setor privado o Hotel Serra da Capivara é um conjunto de outros instrumentos como a administração do aeroporto”, pontuou.

A exposição de maneira ilustrativa e interativa como a região da Serra da Capivara e o nordeste brasileiro testemunharam as grandes mudanças climáticas e territoriais. Por meio da tecnologia, o visitante tem possibilidade de conhecer como a paisagem e os seres vivos se transformaram no decorrer dos milhares de anos. São painéis, retroprojetores, som ambiente e até um simulador de asa delta disponíveis para retratar a natureza do parque e sua relação com o planeta. 

Para o curador da exposição, Marcello Dantas, o museu traz uma visão de mundo inspiradora para quem o visita. “Um lugar que revela um Brasil que todos nós desconhecemos, um Brasil que estava aqui antes mesmo dos índios surgirem, índios que viveram antes dos portugueses chegarem. É um lugar que faz refletir sobre o tempo em que estamos, explica.

Arquitetura da natureza
A estrutura do Museu, em formato de espiral reproduz uma forma comumente encontrada na natureza. Folhas, conchas e outras estruturas orgânicas possuem a espiral em sua composição. “É uma forma que representa início e evolução”, explica Elizabete Buco, arquiteta responsável pelo projeto.

Sustentabilidade 
A estrutura do complexo foi planejada para a sustentabilidade. Todo o sistema elétrico e hidráulico possui tecnologia sustentável.

 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

  • museu_da_natureza_14.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_15.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_16.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_1.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_2.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_3.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_4.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_5.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_6.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_7.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_8.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_9.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_10.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_10_(1).jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_11.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_12.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_13.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_17.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_18.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_19.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_20.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_21.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_22.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_23.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_24.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_25.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_26.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_27.jpg Paulo Barros
  • museu_da_natureza_28.jpg Paulo Barros
Imprimir