Cidadeverde.com
Esporte

Com a sombra de José Mourinho, Real busca vaga na decisão

Imprimir

Longe de viver seu melhor momento nas últimas temporadas, o Real Madrid, atual bicampeão mundial, estreia nesta quarta-feira (19), às 14h30, na competição intercontinental contra o Kashima Antlers.

Mas o principal assunto envolvendo o clube espanhol talvez não venha do Oriente Médio, mas da Inglaterra. Nesta terça (18), o Manchester United anunciou a demissão do técnico José Mourinho.

Disponível no mercado, o português se torna uma sombra quase que inevitável para qualquer treinador de um grande time europeu. Ainda mais no Real, que apesar de ter efetivado no comando o argentino Santiago Solari, ex-técnico da equipe B, poderia investir no retorno de Mourinho, que comandou a equipe entre 2010 e 2013.

Na entrevista coletiva da véspera da estreia no Mundial, Solari não conseguiu escapar da pergunta sobre Mourinho, mas tratou de se esquivar na resposta.

"Tenho a máxima admiração e o máximo respeito por todos os meus colegas. E ainda mais os que foram parte deste clube e nos deram alegrias e fizeram o máximo para que o clube fosse bem. Me incomodar que haja especulações em torno do Real? Isso acontece a cada dia", disse Solari aos jornalistas em Abu Dhabi.

Quem também foi alvo de perguntas a respeito de um possível retorno de Mourinho foi o lateral esquerdo brasileiro Marcelo, um dos atletas do atual elenco que trabalharam com o português.

"Estou aqui para falar do Mundial. Você me pergunta isso porque ele foi treinador do Real Madrid. É uma pena [a sua demissão do United] porque é um grandíssimo treinador que está sem clube. Sobre sua volta ao Real Madrid, não sou eu que decido essas coisas. Ele fez coisas grandes pelo Real", afirmou Marcelo.

O vencedor do duelo desta quarta enfrenta o Al Ain na decisão do Mundial de Clubes, que acontece no sábado (22).

Fonte: Folhapress

Imprimir