Cidadeverde.com
Política

Assembleia: Assis diz que deputados estão sufocados e sugere vice pro MDB

Imprimir

O presidente estadual do PT, Assis Carvalho, está engajado nas discussões em torno da sucessão na presidência da Assembleia Legislativa do Piauí. Nesta terça-feira (15), ele confirmou que  o PT tem mantido diálogo com outros partidos e disparou críticas contra o atual presidente, Themístocles Filho. Ele disse, por exemplo, que os deputados estão sufocados com a falta de alternância na Mesa Diretora da Casa e que a Alepi, de uma certa forma, não pode virar uma empresa privada.

"Não tem sentido uma chapa única em cima de quem já teve tantas oportunidades. Isso sufocou todos os parlamentares. E não é contra o MDB. O MDB é uma aliado, é importante estar conosco, minha relação é a melhor possível. Aqui e acolá, a gente fala no MDB por força de expressão, mas é essa modalidade de sintetizar uma Casa em nome de si, quer dizer, para interesses pessoais. Não abre espaço para ninguém, como se todo mundo fosse dependente dele (Themístocles). Isso é ruim para a democracia. Os parlamentares estão sem valor. Só de fala no presidente, então para que ter 29 parlamentares?", desabafou", desabafou.

""Você passa quase duas décadas concentrando tudo em torno de si. Quem é ligado a mim tem o espaço maior (se referindo a Themístocles). Isso não é correto. A Assembleia tem que ser uma Casa transparente. Os parlamentares têm que ter tratamento igualitário. Você não pode ter o parlamento como se fosse uma empresa privada e é isso que a quase totalidade dos parlamentares compreende e é por isso que nós vamos renovar essa Casa no dia 1º", continuou.

Segundo Assis, há espaço para o MDB na Mesa Diretora, caso haja o consenso em torno do nome de Hélio Isaias. ""O PT conversa com todo mundo. Hoje mesmo dialoguei com o nosso próximo presidente Hélio Isaias e estamos sugerindo que ele procure o MDB e ofereça um espaço na mesa. Importante que haja o consenso. Eu sugeri que a vice-presidência ficasse aberta. O Hélio é um nome forte e está com a maioria dos votos consolidada, mas isso não quer dizer que vamos passar por cima de ninguém", declarou.

Foto: Roberta Aline

Assis disse ainda que Themístocles Filho é grosseiro com o PT e nada mais justo que seu partido apoie o deputado estadual Hélio Isaias, do Progressistas.

"Nós queremos o consenso e temos uma boa relação com o MDB. Temos uma relação um pouco mais difícil com o Themístocles, pois ele tem uma posição muito forte contra o PT. Não tem uma cidade da região Norte que tenha parceria conosco. Ele trata de forma grosseira nosso partido. Como presidente do PT não tenho razão nenhuma para defender alguém maltrata meu partido. Se o Hélio Isaias esteve conosco em quase todas as eleições, é justo. Não pode ter uma Casa só em função de uma pessoa", declarou.

A disputada eleição na Assembleia acontece no dia 1º de fevereiro.

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

Imprimir