Cidadeverde.com
Últimas

Estudante da rede pública faz 980 no Enem e diz: "só depende do aluno"

Imprimir

Felipe Martins disse que o estudo sempre foi  "carro-chefe" (Foto: arquivo pessoal)

O piauiense Antônio Felipe Martins da Silva, 18 anos, é a prova de que o aluno é quem torna boa uma escola. O jovem, natural da cidade de Castelo do Piauí, a 190 km de Teresina, estudou a vida toda em colégios públicos e conseguiu 980 pontos na nota de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

No ano passado, ele saiu da terra natal e veio para a capital concluir o Ensino Médio no Centro Estadual em Tempo Integral (Ceti) Didácio Silva. 

"Estou muito feliz e acredito que com o pé na vaga. Sempre estudei em escola pública e no Didácio encontrei uma escola que me acolheu, me incentivou. Os professores são qualificados. Só de redação, tinha três professores. A questão de ser de escola pública ou particular é relativa. Acredito que depende mais do aluno compensar em casa", disse o estudante. 

Filho de uma professora e de um marceneiro, ele diz que os pais sempre incentivaram os estudos. 

"A gente não tem condição, mas meus pais sempre me incentivaram a estudar. Na nossa casa, o carro-chefe sempre foi os estudos. Foi um sacrifício mudar de cidade para estudar, mas conseguimos esse mérito. Nossa alegria contagiou toda a família e mais tarde tem churrasco", brinca o estudante que quer cursar Engenharia Civil. 

Em todo o país, 55 alunos tiraram nota mil na redação do exame, de acordo com o Ministério da Educação. O resultado foi divulgado nesta sexta-feira (18).

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Imprimir