Cidadeverde.com
Esporte

Em jogo decidido nos pênaltis, Vitória e Moto Club empatam pela Copa do Nordeste

Imprimir
  • vitoria-moto-cne-2019-12.jpg MAURICIA DA MATTA / EC VITÓRIA
  • vitoria-moto-cne-2019-11.jpg MAURICIA DA MATTA / EC VITÓRIA
  • vitoria-moto-cne-2019-10.jpg MAURICIA DA MATTA / EC VITÓRIA
  • vitoria-moto-cne-2019-9.jpg MAURICIA DA MATTA / EC VITÓRIA
  • vitoria-moto-cne-2019-8.jpg MAURICIA DA MATTA / EC VITÓRIA
  • vitoria-moto-cne-2019-7.jpg MAURICIA DA MATTA / EC VITÓRIA
  • vitoria-moto-cne-2019-6.jpg MAURICIA DA MATTA / EC VITÓRIA
  • vitoria-moto-cne-2019-5.jpg MAURICIA DA MATTA / EC VITÓRIA
  • vitoria-moto-cne-2019-4.jpg MAURICIA DA MATTA / EC VITÓRIA
  • vitoria-moto-cne-2019-3.jpg MAURICIA DA MATTA / EC VITÓRIA
  • vitoria-moto-cne-2019-2.jpg MAURICIA DA MATTA / EC VITÓRIA
  • vitoria-moto-cne-2019-1.jpg MAURICIA DA MATTA / EC VITÓRIA

Com a arbitragem do piauiense Diego Castro, Vitória e Moto Club empataram em 1 a 1, na tarde deste sábado (19), pela segunda rodada da Copa do Nordeste. O jogo aconteceu no Barradão, em Salvador (BA). 

O placar foi aberto com um pênalti logo no início do jogo. Jogadores do Moto contestaram a marcação. As imagens da transmissão oficial da Copa do Nordeste não são conclusivas sobre o lance. Nickson cobrou a penalidade aos 4 minutos e deixou os baianos em vantagem: 1 a 0. 

No final do primeiro tempo, o Moto Club reclamou de um lance parecido com o pênalti marcado a favor do vitória. A arbitragem deixou o jogo seguir. 

Na reta final do segundo tempo, um novo pênalti, dessa vez a favor dos maranhenses e questionado pelo time do Vitória, que entrou em campo com o time Sub-23. Bruno Bispo foi expulso por supostamente ter tocado na bola com o braço. As imagens da transmissão de TV sugerem o toque, mas também não são conclusivas. 

Márcio Diogo cobrou o pênalti e fez o segundo gol dele na Copa do Nordeste - o primeiro foi no empate em 1 a 1 com o Altos, na primeira rodada. 

Diego da Silva Castro apitou a partida com auxílio de Thyago Costa Leitão e Alisson Lima Damasceno. Foi o primeiro jogo com arbitragem piauiense na Copa do Nordeste 2019. 

O Vitória volta a jogar pelo Nordestão no dia 3 de fevereiro, no clássico com o Bahia, na arena Fonte Nova. No mesmo dia, o Moto Club vai visitar o CRB, em Maceió (AL). 

Fábio Lima (da Editoria de Esportes)
redacao@cidadeverde.com

Imprimir