Cidadeverde.com
Geral

Miss Brasil Mundo estará em evento de combate a Hanseníase na capital

Imprimir

Fotos: Adriano Ishibashi/FramePhoto/Folhapress

No primeiro mês do ano acontece o “Janeiro Roxo”, evento que promove a conscientização sobre a importância do combate a Hanseníase em todo o mundo. Na próxima quinta-feira, 31, o Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (MORHAN) realiza em Teresina uma ação no Teresina Shopping, para ajudar na divulgação quanto à prevenção da doença. A Miss Brasil Mundo 2018, Jéssica Carvalho, que é piauiense, estará participando.

O MORHAN tem uma parceria com o concurso e todos os anos, a miss e o mister eleitos no concurso passam a ser embaixadores da Hanseníase no Brasil.

O evento acontece das 14 às 18h com o objetivo de promoção e prevenção da saúde quanto a sinais e sintomas da doença para a população.

Lucimar Batista, membro das coordenações nacional e regional do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase, 
conta que o principal objetivo é combater o preconceito e estigma relacionados à doença. A coordenadora diz que durante todo o mês são realizadas ações de conscientização.

“É chamar a atenção da sociedade, dos políticos e gestores para conhecer o problema de saúde pública que ainda é a hanseníase e para chamar a atenção quanto a importância de prevenção e do diagnóstico precoce. E principalmente combater o preconceito e o estigma, que ainda é o maior mal da doença, porque a informação é a principal arma para combater o preconceito e para dar o dignóstico precoce també. Já que não há vacina que previna a doença. Entçao é preciso tratar no início, que é quando a doença não pode ser transmitida, e consequentmente evitar sequelas", informou Lucimar.  

De acordo com ela, o Brasil é o segundo país no mundo em número de hanseníase. São cerca de 900 a mil casos da doença a cada ano. “Só perde para Índia. O Norte, Nordeste e Centro Oeste são os estados que mais têm. Em primeiro lugar o Tocantins, sobretudo a capital Palmas, e em segundo o Mato Grosso”, afirmou. 

“Ano passado foram diagnosticados mais de 900 casos novos da doença em todo o país”, acrescentou.

Desde o dia 13 de janeiro, informou Lucimar, estão sendo realizados eventos como workshops, roda de conversa com pacientes e mutirões de conscientização. O evento tem parcerias com o governo do estado, prefeitura de Teresina, além da Federação dos Esportes do Piauí, dentre outros órgãos.

 Foto: Divulgação/ MORHAN
 

Lyza Freitas
redacao@cidadeverde.com

Imprimir