Cidadeverde.com
Política

Líder diz que medidas da reforma são essenciais para evitar atrasos

Imprimir


Foto:Arquivo/CidadeVerde.com

O líder do Governo na Assembleia Legislativa do Estado, deputado Francisco Limma (PT), afirma que o governador Wellington Dias (PT) adotou medidas de contenção de gastos de forma a evitar atrasar salários e demissões servidores. Segundo ele, as críticas da oposição a proposta de reforma administrativa não se justificariam. 

Segundo o parlamentar, vários Estados pediram ao Supremo Tribunal Federal (STF) para reduzir os salários dos funcionários devido a crise financeira que atinge o Brasil.
O parlamentar petista afirma que a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) determina que as despesas dos Estados, com o pagamento do funcionalismo não devem ultrapassar o limite prudencial de 48.7% dos recursos arrecadados.

 Ele frisou que a crise financeira levou vários Estados a propor não só a redução dos salários dos servidores, mas a diminuição das transferências orçamentárias feitas aos Poderes Legislativo e Judiciário.

“A oposição faz o papel de criticar o governo. Agora é preciso ter responsabilidade e reconhecer que o governo tem feito um trabalho para evitar o atraso no pagamento da folha. É preciso tomar medidas duras agora para que no futuro o Piauí não entre em colapso com estados como o Rio de Janeiro”, afirmou.

Lídia Brito
lidiabrito|@cidadeverde.com

Imprimir