Cidadeverde.com
Geral

Amigos e familiares se despedem de piauiense que morreu nos EUA

Imprimir
  • pasi.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • ent.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • ente1.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • ent1.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • ent2.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • ent3.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com

Atualizada às 11h30

O corpo do estudante de agronomia Túlio Di Giovanni chegou por volta das 10h30 ao Cemitério Jardim da Ressureição. Amigos e familiares fizeram orações e leituras do Salmo 23 ao jovem piauiense que morreu em um acidente de carro nos EUA. 

“Vamos lembrar do Túlio como essa pessoa do bem. De luz. O que ele deixou para gente foi o ensinamento de ter um coração grande. Sou muito feliz de ter convivido com Túlio. Se ele partiu é porque cumpriu sua missão”, disse um amigo durante as últimas homenagens. 

Os pais de Túlio, Giovanni e Márcia Lima, assistiram às homenagens emocionados. Abalados, eles não falaram com a imprensa. 

A família pede orações ao jovem Tomé, irmão de Túlio que também foi vítima do acidente e permanece internado em estado grave nos EUA. Os pais devem retornar ao país nos próximos dias para acompanhar o tratamento do filho.

A  cerimônia encerrou sob aplausos de orações. O corpo foi sepultado por volta das 11h.

(Foto: Izabella Pimentel/ Cidadeverde.com)

AMPLIADA ÀS 9H25

(Foto: Izabella Pimentel/ Cidadeverde.com)

Dezenas de amigos e familiares de Túlio Di Giovanni Lima participam do velório do jovem. A cerimônia é marcada por muita emoção. Os pais do jovem estão em silêncio ao lado do corpo do filho.

A prima de Túlio, Helena Lima, diz que este é um momento muito difícil para a família. Ela cresceu com Túlio e lembra que o primo era uma pessoa muito amada por todos que o conheciam.

“Ainda está sendo um momento muito difícil para todos nós. Mas Deus está nos confortando. É uma morte muito prematura. Túlio é muito especial. Muita luz para esse mundo. Túlio planta, colhe, semeia. Túlio é força, Fortaleza”, ressalta , emocionada, a prima.

Túlio cursava Engenharia Agronomia na Ufpi e também era skatista. Amigos que praticavam o esporte com o jovem também participam do velório e lembram o quanto o estudante “era especial”.

“A gente era amigos da escola e do skate. É uma perda inacreditável. Fica uma tristeza muito grande por parte de quem conheceu ele”, diz Lulkas Barbosa.

(Foto: Izabella Pimentel/ Cidadeverde.com)

(Foto: Izabella Pimentel/ Cidadeverde.com)

DOAÇÕES CONTINUAM

O irmão de Túlio Di Giovanni Lima, Tomé Lima, 27 anos, continua internado no Zuckerbeg San Francisco Hospital. O jovem passou por cinco cirurgias e teve que reconstruir o braço. 

O primo do jovem, Heitor Lima, explica que a campanha de arrecadação financeira continua. A meta agora é custear os gastos da internação de Tomé, que permanece em estado grave. 

“O estado de saúde dele tem avançado, mas ainda é grave. Ainda não temos estimativa do valor do tratamento”, conta Heitor. 

Tomé morava nos EUA há três anos e trabalhava no país como motorista de aplicativo.

As contas disponíveis para depósitos são

Banco do Brasil 
Agência: 5605-7 
Conta Corrente: 763.796-9
Titular Giovanii Meneses Viana (pai)
CPF 327.768.293-53

Caixa Econômica Federal
Kennedy Ferreira Lima  (tio)
Ag: 2183
Variação 013
Conta 00514055-6 

 

PUBLICADA ÀS 7H56

Após 17 dias, o corpo do estudante Túlio Di Giovanni chegou a Teresina e está sendo velado em uma funerária na Avenida Miguel Rosa. O jovem tinha ido visitar o irmão nos Estados Unidos e morreu em um acidente de carro. Devido aos altos custos, familiares e amigos fizeram uma campanha para arrecadar fundos para o traslado. 

"A família está bastante abalada. De fato é um grande alívio poder estar velando o Túlio no Brasil, aqui em Teresina, cidade que ele viveu a vida toda. Ainda há um clima muito pesado, mas a gente está com muita fé e esperança em torno do Tomé. A gente agradece muito. Tivemos o apoio de muitos amigos, da própria imprensa, de todo mundo que abraçou nossa causa", disse o primo Heitor Lima Magalhães. 

Além do estudante, uma jovem norte-americana que também estava no veículo morreu. Já o irmão dele, Tomé Lima, saiu gravemente ferido. As doações realizadas durante a campanha serão agora utilizadas para ajudar no tratamento do irmão. 

"As doações voltadas ao Túlio foi concluída, pois a nossa intenção era trazer o corpo para cá. A gente faz agora um pedido, que a gente continue com as doações que agora serão voltadas ao Tomé. Ele já fez cinco cirurgias, sendo duas na cabeça e um do lado direito do corpo. Ele está se recuperando, mas ainda vai precisar de outras cirurgias", disse Magalhães. 

O primo completa que Túlio permanece insconciente, mas demonstra que "está lutando pela vida". 

"A gente acredita muito que ele vai sair dessa. Ele está começando a esboçar algumas reações. A gente tem muita fé e certeza que ele vai sair dessa", disse o primo. 


VELÓRIO

 Túlio tinha ido visitar, pela primeira vez, o irmão nos EUA (Foto: Reprodução Facebook/Túlio de Giovanni)

 

O corpo do jovem chegou ao Piauí na madrugada desta terça-feira (26). O velório do estudante ocorre até às 10h. O sepultamento será  no cemitério Jardim da Ressurreição, no bairro Gurupi.

 

Graciane Sousa e Izabella Pimentel
[email protected]

Imprimir